sábado, 6 de fevereiro de 2016

Jesus Cura e Liberta a Mulher Encurvada




 Lucas 13.10-17

O texto diz que Jesus foi  ensinar numa das sinagogas; mais precisamente NAQUELA sinagoga, e lá estava uma mulher, dentro do templo, ouvindo, aprendendo e buscando a Deus. Imagino que no seu intimo ela clamava por um milagre, pois sofria de um problema sério, estava encurvada, aprisionada por Satanás há 18 longos anos. Jesus não foi ali naquele dia por acaso; Jesus não faz nada por acaso! Jesus a viu e disse que ela era mantida aprisionada por Satanás há 18 anos. Um espírito maligno entrou nela e a mantinha encurvada. Mesmo ela sendo filha de Abraão, mesmo sendo filha da promessa, mesmo frequentando a sinagoga, mesmo tendo uma fé, nada disso impediu que um demônio colocasse nela uma enfermidade deixando-a encurvada e oprimida por longos 18 anos.  
Era um dia de sábado e a religião não permitia que curasse alguém no sábado, pois o sábado era para ser santificado. Mas Jesus é Senhor do sábado e não mede esforço para abençoar uma pessoa.

SINAGOGA - Templo judaico onde os judeus se reuniam para orarem e escutarem as melhores exposições dos sábios.  Ali os fariseus se reuniam todos os dias para discutirem e interpretarem a Torah e implantarem  mais leis rigorosas.
MESQUITA - Templo onde os muçulmanos se reúnem
IGREJA - Templo onde os cristãos se reúnem

Muitos cristãos estão encurvados diante do pecado, dos vícios porque de alguma forma, deram brechas para que demônios  tivesse  domínio sobre eles, deixando-os encurvadas dentro da igreja do Senhor. Muitas pessoas pensam que porque estão na igreja, o diabo não tem nenhuma força sobre elas, mas tem, pois vivem encurvadas por falta de vigilância. Esse problema era causado por uma força diabólica, mesmo ela buscando a Deus, o diabo ainda estava agindo na vida dela, ela se conformou, se acomodou, como muitos tem se acomodado. Quando o diabo quer destruir um cristão, e este não vigia, ele age na área que mais o cristão está apegado; seja na área financeira, familiar, aí coloca uma doença,  um desânimo, uma frieza, uma dúvida aí vem a crise financeira, a crise familiar,  e passam a viverem aprisionadas, oprimidas , encurvadas e sem forças, pois o diabo suga-lhes as forças.  Muitos precisam de libertação, mas pensam que por fazerem a obra de Deus, não precisam, e nesse engano o inimigo tem aprisionado muitos cristãos. Esse é um problema espiritual que precisa ser tratado.

Imagine essa mulher escondida lá no cantinho da sinagoga sem esperança de ser curada, cheia de dores na coluna, sofrendo rejeição por parte de todos apenas para ouvir os ensinamentos. Ela entrava e saída da mesma forma em todas as reuniões porque a religiosidade nada podia fazer por ela, os líderes religiosos da sinagoga nada fizeram pra ajudá-la; ao contrário, quando viram que Jesus a chamou à frente e a curou daquela opressão demoníaca, eles ficaram indignados e disseram: "Há seis dias em que se deve trabalhar. Venham para ser curados nesses dias, e não no sábado". (v14).  Para eles o sábado era mais importante do que as necessidades do povo, para eles o sábado era mais importante do que libertar uma mulher que há 18 longos anos sofria daquele mal. Então, Jesus os repreendeu e os chamou de hipócritas, pois amavam a religião e não se importavam com o estado do povo de Deus!

 Eu não sei se você se encontra em uma situação onde os problemas parecem não ter solução. Já perdeu até as esperanças devido esta situação já se prolongar por muitos anos. Não é propósito de Deus que você fique assim, sofrendo, angustiado e abatido.  Jesus pode mudar a sua história!
Os religiosos não curaram aquela mulher, porque religião não cura e não liberta ninguém. Mas, Jesus cura, liberta, transforma e salva. Jesus verdadeiramente levou sobre si todas as nossas enfermidades. Ele empobreceu pra você enriquecer. Ele se fez maldito pra você ser bendito. Ele veio para nos dar vida e vida em abundância. O prazer do Senhor é o nosso bem estar. Ele tem prazer na prosperidade do justo. Mas as vezes a religião quer colocar em nossas cabeças que nós temos que aceitar isso, aceitar aquilo, continuar assim, continuar encurvado. a religião quer nos ver encurvado, mas o Senhor quer nos libertar...."Se pois o filho vos libertar verdadeiramente sereis livres" (João 8.36).

 Não era da vontade de Deus que aquela mulher andasse encurvada, mas a religião foi até contra a Jesus porque fez a cura da mulher no sábado. Para aquele pastor religioso, era melhor ver a mulher aprisionada por satanás do que se alegrar com a cura que ela recebera por Jesus em um sábado.
É muito triste vê um líder buscar apenas o seu próprio interesse e colocar impedimento na vida de uma pessoa para que a mesma  não seja  abençoada. Certamente aquele dirigente socorreria seu animal caso viesse a cair em um buraco pois sabia que se deixasse para socorrer no outro dia, morreria; mas aquela mulher poderia passar mais 18 anos encurvada o que não poderia era ela ser curada no dia de sábado. A hipocrisia  querendo ter força sobre a graça de Deus.
 "Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o Seu Filho unigênito para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3.16).  Veja a grandeza de Jesus! Ele veio para salvar o homem que estava perdido.

 Conclusão: Há quanto tempo você está encurvando e oprimido diante desta situação? Um mês? Um ano? 18 anos? Deus não quer ver você nesta situação, envergonhado, cabisbaixo, infeliz. Reaja, não aceite, tenha força pra reagir, decida que não quer viver encurvado em nenhuma situação. Diga chega! Esta situação está amarrada em nome de Jesus.  Use a autoridade que Jesus te deu.

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Não desvie o seu olhar do Senhor


Ora, Acabe contou a Jezabel tudo o que Elias tinha feito e como havia matado todos aqueles profetas à espada. Por isso Jezabel mandou um mensageiro a Elias para dizer-lhe: "Que os deuses me castiguem com todo o rigor, caso amanhã nesta hora eu não faça com a sua vida o que você fez com a deles".
Elias teve medo e fugiu para salvar a vida. (1 Reis 19:1-3)

Elias, um profeta muito usado por Deus no tempo do rei Acabe, usado de forma sobrenatural em milagres, e usado também para anunciar o julgamento sobre a nação de Israel por sua adoração ao deus Baal. Depois de ter matado 850 profetas (450 de Baal e 400 de Aserá - [1 Rs 18.19]), o profeta Elias parece ter se esquecido do tamanho do poder de Deus, e se escondeu com medo das ameaças apenas de uma mulher (rainha Jezabel, esposa do rei Acabe).
Enquanto Elias olhou para Deus e colocou sua fé em Deus, ele foi um ungido ousado e temido, mas quando desviou o olhar para o problema e colocou o problema maior do que o poder de Deus, teve medo e se escondeu em uma caverna.



Jesus disse: Vem! E Pedro descendo do barco, andou sobre as águas para ir ter com Jesus. Mas quando começou a reparar no vento e no movimento das águas, ficou com medo e começou a afundar. Imediatamente ele gritou: “Senhor, salva-me!”. (Mt 14.29-30)

É assim; quando estamos com o nosso olhos voltados para o Senhor, nos sentimos seguros em Seus braços e no Seu poder, ficamos confiantes, avançamos, os problemas viram nada diante do Poder de Deus, porém quando desviamos o olhar para os problemas, as lutas, as doenças, as tribulações, as decepções, as traições, o desemprego, então temos medo, nos escondemos e começamos a afundar.


Não permita que nada venha abalar a sua fé. Permaneça com o olhar em Jesus. Pedro só começou a afundar quando desviou seu olhar dos olhos de Jesus para olhar para as circunstâncias, as grandes ondas...os problemas.
Talvez você hoje esteja enfrentando problemas tão grandes que parecem que vão te sufocar, te afundar ou, amedrontado, você se esconda em uma caverna; mas pense um pouco: De quantas coisas o Senhor já te livrou? Em quantos problemas o Senhor já te deu a vitória?

Deus não quer ver você escondido e nem se afogando, portanto veja em Jesus o seu Porto Seguro, a sua proteção, a sua saída. Ele te diz nesta hora: 
“Filho, Confia em Mim, Eu estou na direção de tudo!”

sábado, 16 de janeiro de 2016

O Oleiro e o Vaso


Jeremias 18:1-10

A situação de Israel estava crítica perante o Senhor, pois eram recorrentes em sempre fazer o que desagradava ao Senhor. Mas, o Senhor não tem prazer na morte do ímpio, então o Senhor sempre levantava um profeta para profetizar sobre a nação de Israel. Deus chamou o profeta Isaias para repreender a nação de  uma forma que o profeta se sentiu constrangido; o profeta deveria tirar a roupa de saco e as sandálias dos pés e andar nu e descalço por 3 anos pregando a palavra de advertência contra o Egito, a Etiópia e para servir de advertência a Israel. (Is 20.2-4) ... Contudo, Senhor, tu és o nosso Pai. Nós somos o barro; tu és o oleiro. Todos nós somos obra das tuas mãos. Não te ires demais, ó Senhor! Não te lembres constantemente das nossas maldades. Olha para nós! Somos o teu povo!  (Isaías 64:8-9)
O Senhor também levou o profeta Ezequiel a um vale de ossos secos e mostrou a ele a condição que se encontrava o povo de Israel (Ez 37). O povo estava como ossos secos, sem vida, sem esperança, sem a presença de Deus. O Senhor mandou o profeta profetizar sobre a nação morta no pecado, na desobediência, a nação foi restaurada mas voltou a fazer o que desagradava a Deus.
O Senhor manda então, o profeta Jeremias descer à olaria. Jeremias não entendia nada de olaria, não entendia nada de fabricação de vasos, mas ele precisava mesmo sem entender, descer à olaria para ouvir a voz de Deus. E Assim aconteceu.

Quando Jeremias chegou à casa do oleiro, o oleiro já estava lá, trabalhando. moldando, reconstruindo.. . Não importa como você chegou aqui hoje. Talvez você já desceu varias vezes na olaria; não perde um culto, mas hoje você está se sentindo como que quebrado, moído, despedaçado, desempregado, passando por uma opressão financeira, problemas na familia, no casamento, você se sente impotente, parece que tudo ao seu redor quer te sufocar, mas o Oleiro de nossas vidas, Aquele que nos criou, pode reconstruir, restaurar e transformar a sua situação. Na olaria Deus quer falar com você. A olaria é a casa de Deus, o oleiro é o próprio Deus. Foi Deus que nos criou e  nos moldou no barro. Nós somos o barro e Deus é o oleiro. "E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra (barro), e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente". (Gênesis 2:7). Foi Ele quem nos fez. Ele nos conhece e sabe do que precisamos.

Jeremias observava o oleiro trabalhando e em um dado momento um vaso se quebrou nas mãos do oleiro; não foi o oleiro que quebrou o vaso. foi o vaso que se quebrou em suas mãos. Não foi outra pessoa que fez o vaso se quebrar. O vaso estava na olaria; o vaso estava nas mãos do oleiro, mas mesmo assim ele se quebrou. Precisamos ter muita vigilância, cuidar da nossa vida espiritual, pois mesmo estando na casa do oleiro, podemos nos quebrar. O cristão se quebra quando não vigia, quando se envolve em fofoca, quando se torna um murmurador, quando sai propósitos de Deus. Quando o vaso se quebra ele quer transferir a culpa para outro, foi assim no Éden. Adão culpou Eva e Eva culpou a serpente. Ninguém gosta de assumir  seus próprios erros e querem jogar sempre a culpa de seus atos para os outros; é assim nos dias de hoje:
"Eu quebrei por causa de fulano", "eu quebrei por causa de beltrano", "eu quebrei por causa de cicrano", não assume os erros sendo que a Bíblia diz que quem se quebra é o próprio vaso; ele se quebra quando perde o temor, quando deixa de obedecer a Deus, quando deixa de vigiar; muitas das vezes até ora mas não vigia, não tem atitude de cristão. O vaso quebrado não percebe que está quebrado até não ter mais forças de ir à olaria, não ter mais prazer de ir à casa de Deus.  O vaso quebrado pode usar saia longa, o vaso quebrado pode usar terno e gravata, manter uma aparência de cristão, mas é Deus que vê o interior de cada um de nós; é Ele quem sonda. Eu não posso esconder  de Deus aquilo que está trincado em mim. Você não pode esconder de Deus aquilo que está trincado em você; podemos até viver de aparências mas Deus sonda cada um de nós.

"Mas o vaso de barro que ele estava formando se estragou-se em suas mãos; e ele o refez, moldando outro vaso de acordo com a sua vontade". (Jeremias 18:4)

O oleiro refez o caso; ele não descartou, pacientemente ele fez um vaso novo conforme sua vontade. 
O pecado nos estraga, danifica, corrompe... mas Deus não descarta nenhum de nós na lixeira... ao contrário, faz como o oleiro que amassa e pressiona, estica e comprime o barro...Deus não desiste de nós... Ele nos dá uma segunda chance e nos oferece a oportunidade de recomeçar uma nova caminhada. Deus faz do vaso partido um novo vaso... é um processo muitas das vezes dói, pois neste processo você tem que deixar muitas coisas que agrada a sua carne, renunciar a tudo aquilo que desagrada o "Oleiro". O Oleiro vai trabalhar no seu coração, com a água que simboliza o Espírito Santo, Ele amolece o barro, e  amassa, e vai moldando e por fim leva ao fogo. É necessário confiar n’Aquele que nos molda, mesmo quando a firmeza de Suas mãos parecer pesar fortemente sobre nós.

Então, o Senhor perguntou a Jeremias: "Ó comunidade de Israel, será que não posso eu agir com vocês como fez o oleiro? ", pergunta o Senhor. "Como barro nas mãos do oleiro, assim são vocês nas minhas mãos, ó comunidade de Israel. (Jeremias 18:6)


Deus usou o exemplo do oleiro restaurando o vaso de barro que havia se quebrado, porque desta forma Jeremias compreenderia de forma humana o que o Oleiro Criador queria dizer. Foi uma forma do Senhor falar para Jeremias e para todos nós, que nenhum problema ou dificuldade é grande demais para que Ele não possa vencer por nós, basta sermos barro nas em suas mãos, maleáveis à sua voz, sujeitos à Sua vontade, pois Ele nos molda com amor e quer fazer  de seus filhos, vaso para ser cheio e usado para sua glória. 

sábado, 2 de janeiro de 2016

QUERO CONHECER MAIS A DEUS


“Ouvi a palavra do SENHOR, vós, filhos de Israel, porque o SENHOR tem uma contenda com os habitantes da terra, porque nela não há verdade, nem amor, nem conhecimento de Deus. O que só prevalece é perjurar (quebra de juramento, maldições), mentir, matar, furtar e adulterar, e há arrombamentos e homicídios sobre homicídios. Por isso, a terra está de luto, e todo o que mora nela desfalece, com os animais do campo e com as aves do céu; e até os peixes do mar estão morrendo”
(Oséias 4.1-3).

Este é o quadro, a real situação nos dias de hoje. Quando você pega um jornal para ler ou liga a TV, o que você vê em destaque é: Muita mentirada, falta de amor ao próximo, falta de conhecimento de Deus, violência, homicídios, roubos, etc. A terra está de luto, o cálice da ira de Deus está no limite e perto de ser derramado; as pessoas se distanciando de Deus cada vez mais. Quantos não tem suportado as lutas? Quantos tem desfalecido e parado na caminhada? Quantos tem se desviado dos caminhos do Senhor?
Nós que chegamos até aqui não devemos olhar para as tempestades da vida, pois a vitória é para quem não desiste, ela é pra quem persevera, para quem crer que mesmo sem um sinal temos a confiança que Deus está agindo. As lutas nos impulsionam a desistir, mas temos que fortalecer o nosso espírito em Deus. Não desistir quando muitos desistiram, não fraquejar, quando muitos fracassaram; mesmo diante de tanta calamidade, mesmo diante de tantos acontecimentos, não se curve, não desista!
O apóstolo Paulo em carta aos Romanos, disse:
"Sabemos que toda a natureza criada geme até agora, como em dores de parto". (Romanos 8:22)

Não foi fácil no passado, não está sendo fácil nos dias de hoje, mas a nossa vitória está em firmamos em Deus. A maior vitória de uma pessoa é decidir buscar conhecer a Deus; andar com Ele, se aprofundar nEle, se aproximar do Senhor pois Ele é a nossa única segurança.

O profeta Oséias instruiu ainda:
"Conheçamos o Senhor; esforcemo-nos por conhecê-lo. Tão certo como nasce o sol, ele aparecerá; virá para nós como as chuvas de inverno, como as chuvas de primavera que regam a terra." (Oséias 6:3), pois, o Senhor diz: "O meu povo foi destruído por falta de conhecimento".(Os 4.6)
Ei, busque conhecer o Senhor de uma forma revelada; não viva na sombra de outro, faça a sua própria história com Deus. Deus não é só Deus na vida do outro, Ele é Deus na sua vida também, Ele tem milagres e bênçãos para você também.

Todas estas tragédias que acontecem no mundo, acontecem porque as pessoas ou abandonaram ou não procuraram conhecer a Deus no profundo. O coração destas pessoas estão endurecidos. Muitos pedem paz, mas não mudam o coração. Quando se muda o coração a mudança é percebida no exterior; mas o que vemos são pessoas e mais pessoas caminhando para o abismo, por falta de conhecerem a Deus.
Olha o que o apóstolo Paulo escreveu aos Filipenses : "QUERO CONHECER A CRISTO" (Fl 3.10)

Tenha esta vontade em seu coração. Fale do amor de Cristo para o seu próximo; faça a diferença! Não seja mais um na multidão; seja luz na vida das pessoas.

"Meu povo foi destruído por falta de conhecimento. "Uma vez que vocês rejeitaram o conhecimento, eu também os rejeito como meus sacerdotes; uma vez que vocês ignoraram a lei do seu Deus, eu também

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Amem os Seus Inimigos e Orem por Aqueles que os Perseguem


"Vocês ouviram o que foi dito: ‘Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo’. Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem, para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. Porque ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos. Se vocês amarem aqueles que os amam, que recompensa receberão? Até os publicanos fazem isso! E se vocês saudarem apenas os seus irmãos, o que estarão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso! Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai celestial de vocês".
Texto: Mateus 5:43-48

A Bíblia diz "Acima de tudo, guarde o seu coração, pois dele depende toda a sua vida". (Provérbios 4:23)
Eu não conheço o seu coração. Conhecer o seu coração não é tarefa minha e eu nem posso fazer isso. Esta tarefa é somente do Senhor que sonda o nosso interior. Deus quer te abençoar. O Senhor não quer que você tenha no coração sentimentos que venham causar danos à sua vida espiritual. Ele tem insistido com você. Deus tem falado muito com a igreja a respeito do perdão e do arrependimento. O perdão é um presente de Deus para nossas vidas e precisa ser estendido de pessoa à pessoa. O arrependimento é para que haja salvação e transformação no caráter. Se não há uma transformação verdadeira, não há mudança no caráter.

“Mas eu digo a vocês que estão me ouvindo: Amem os seus inimigos, façam o bem aos que os odeiam, abençoem os que os amaldiçoam, orem por aqueles que os maltratam.” (Lucas 6:27)

Não é fácil cumprir este mandamento, mas Jesus não te deu nenhuma ordem que fosse impossível de ser cumprida. O mundo manda você amar a quem te ama e odiar o seu inimigo? Jesus vai muito além; Ele manda você  Amar os seus inimigos e orar por aqueles que os perseguem. 
Eu quero que meu inimigo se dane!  Humanamente falando, é natural se pensar assim, mas não é esse o pensamento que o Senhor espera de nós. Muitos cristãos não conseguem ser libertos porque ainda pensam desta maneira. O coração está cheio de mágoas e iras que se transformam em erva daninha que destrói a vida espiritual. No seu interior habita uma amargura que as sufoca. Pensam em vingança, desejam o mal, amaldiçoam as pessoas, alimentam um sentimento ruim que aumenta  até virar ódio. Só conseguem ver o lado ruim da pessoa, ignoram, falam mal, pois não conseguem aceitar aquilo que fizeram. Essa atitude é comum em todos nós. O ódio é sentimento demoníaco, um câncer espiritual que mata a alma da pessoa a cada dia. É um sentimento que tira a paz, a alegria, o brilho do olhar, debilita, pesa o semblante, causa um esfriamento espiritual e faz nascer no coração o desejo de ver o inimigo (que às vezes é um irmão da igreja, ou um parente), se dar mal e etc. 

Quantas pessoas deixaram de fazer a obra do Senhor porque foram ofendidas, injustiçadas, caluniadas, decepcionadas, traídas e machucadas por alguém! Talvez você que foi machucado esteja se perguntando: Como vou poder amar alguém que só me fez chorar, sofrer, desejou ver minha queda e quis me ver mergulhado no fundo do poço? Aí você ouve a notícia que um assaltante além de assaltar ainda tirou a vida de alguém; a prostituta que virou a cabeça do esposo e ainda destruiu uma família; o pai que estuprou a filha; o padrasto que espancou o enteado até a morte; como posso amar um próximo desse? Como amar a quem não me ama? Você só vai conseguir através da graça salvadora do Senhor Jesus Cristo. É só através da Graça de Jesus que podemos perdoar e amar alguém. 
Mesmo que você esteja abalado e abatido com tudo o que aconteceu, se você resistir a tudo isso e alimentar um outro espírito, você vai se sentir muito melhor, vai ser liberto e muito abençoado. 
Seu inimigo merece ser amado? Não. É por isso que o amor ao inimigo é um dos maiores desafios para o Cristão. Perdoar e amar o inimigo são virtudes difíceis  de serem praticadas, mas está escrito que devemos obedecê-la. 

O amor é mais que um sentimento; é atitude! Liberar amor e perdão para o inimigo é difícil mas é a vontade de Deus. Ninguém fez mais contra Deus do que aqueles que crucificaram seu Filho Jesus. Nenhum inimigo fez comigo e com você o que fizeram com Jesus que mesmo ali na cruz, sangrando, passando por humilhações, escárnios, Ele olhou para o Pai e sabe qual foi o Seu pedido? “Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que fazem” (Lucas 23:34). Jesus viu que aqueles que o condenavam não sabiam o que estavam fazendo espiritualmente e foi misericordioso com eles pedindo perdão por eles.
Você merece ser amado e perdoado por Deus? Eu mereço ser amada e perdoada por Deus? NÃO, nós não merecemos, mas Deus nos perdoou e continua nos perdoando mesmo estando nós sempre pecando. Deus nos amou e continua nos amando mesmo com nossas falhas.
Há pessoas que já nos causaram tanta dor, sofrimento, perdas e ainda por cima são pedras de tropeço para o nosso crescimento espiritual, mas a nossa luta não é contra sangue e carne, e Jesus nos manda amá-las e orar por elas, estender as mãos e ajudá-las: "Dê a quem lhe pede, e não volte as costas àquele que deseja pedir-lhe algo emprestado". (Mateus 5:42). Jesus continuou: E se vocês saudarem apenas os seus irmãos, o que estarão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso! 

Se você saudar apenas aos irmãos que você ama, o que você está fazendo de mais? Isso é normal, até os publicanos, (corruptos), ímpios, (gentios, pagãos) fazem isso. É muito fácil você amar e abençoar só quem te faz o bem, quem te apóia, mas Jesus está mandando você amar também aquele que te fez mal e que te persegue, e agora? O que você vai fazer? Você pode até está pensando: " Ah Jesus, isso é demais para mim! Além de tudo que fulano, beltrano ou sicrano fez contra mim, eu ainda tenho que perdoar, amar, orar e abençoar esta pessoa?"  SIM. Está é a ordem do Senhor, e se você obedecer, é você quem vai ser abençoado. Não permita que este sentimento destrua sua vida espiritual e impeça você de ser abençoado. Você não precisa conviver com quem quer o seu mal, mas você precisa orar, amar e abençoar esta pessoa para que você também venha ser liberto e abençoado. É uma tarefa fácil? Não, mas é uma ordem divina que precisa ser obedecida. 
Jesus disse que a nossa justiça tem que exceder a dos fariseus....
"Pois eu lhes digo que se a justiça de vocês não for muito superior à dos fariseus e mestres da lei, de modo nenhum entrarão no Reino dos céus". (Mateus 5:20)

CONCLUSÃO: O diabo e sua carne mandam você odiar, mas o Espírito manda que você ore, ame e abençoe esta pessoa. Qual vai ser a sua atitude? Resistir ao diabo e aos desejos da carne e morrer espiritualmente; Ou se alimentar das palavras de Jesus e ser livre e abençoada? A escolha é sua. Seja livre em nome de Jesus! 


sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Faça Mais Uma Vez


Jeremias 36.1-10

Deus já vinha falando há tempos com todo o povo de Israel através de seus profetas, mas o povo nunca obedecia.
"Vá dizer aos homens de Judá e aos habitantes de Jerusalém: ‘Será que vocês não vão aprender a lição e obedecer às minhas palavras? ’, pergunta o Senhor". (Jeremias 35:13).
Agora, Deus estava usando o profeta Jeremias para mais uma vez falar com o rei atual. Ele já havia falado com o rei Josias, mas este não lhe deu ouvidos. O rei atual, era Jeoaquim, filho de Josias.

Deus mandou que Jeremias escrevesse em um rolo, todas as palavras que Ele iria ditar, mas Jeremias estava preso no pátio da guarda, no palácio real de Judá (32.2)
"Então Jeremias chamou Baruque, filho de Nerias, para que escrevesse no rolo, conforme Jeremias ditava, todas as palavras que o Senhor lhe havia falado. Depois Jeremias disse a Baruque: "Estou preso; não posso ir ao templo do Senhor. Por isso, vá ao templo do Senhor no dia do jejum e leia ao povo as palavras do Senhor que eu ditei, as quais você escreveu. Você também as lerá a todo o povo de Judá que vem de suas cidades.
Talvez a súplica deles chegue diante do Senhor, e cada um se converta de sua má conduta, pois é grande o furor anunciado pelo Senhor contra este povo" (Jeremias 36:4-7).

Imagine o trabalho que tiveram e o tempo que levaram para escrever toda a mensagem de Deus em um rolo! Se ele quisesse uma cópia, teria que escrever toda a mensagem duas vezes. Não havia computador com word pra que pudessem digitar o longo texto e depois salvar uma cópia. Não existiam impressoras para imprimir o texto salvo, não tinham nada que facilitasse o serviço. Tudo teria que ser feito a mão. Ele deveria escrever tudo e depois ler para as autoridades e toda a nação de Israel, mas havia um problema; Jeremias estava preso, impedido de entrar no tempo, mas foi ele que o Senhor ordenou que fizesse o trabalho, pois ele mesmo preso, era a autoridade espiritual maior de Israel. De uma forma cansativa, e por longos meses, Jeremias fez o que o Senhor havia ordenado. Assim Baruque fez e no nono mês foi lido para o povo, no Templo.

Não importa onde você está. Talvez você foi chamado para fazer algo para o Senhor, mas se encontra em cativeiro espiritual. Deus mandou você fazer? Então faça. Não olhe para as circunstância; obedecer é melhor do que sacrificar. Não importa o quanto seja árduo, trabalhoso, sofrido, dolorido; se Deus mandou você fazer algo, OBEDEÇA.

Por intermédio de Micaías, os líderes ficaram sabendo de tudo o que estava acontecendo e mandou Jeudi pegar o rolo, e Jeudi o trouxe da sala de Elisama, o secretário, e o leu ao rei e a todos os líderes que estavam a seu serviço. Isso aconteceu no nono mês. O rei estava sentado em seus aposentos de inverno, perto de um braseiro aceso. Assim que Jeudi terminava de ler três ou quatro colunas, o rei as cortava com uma faca de escrivão e as atirava no braseiro, até que o rolo inteiro foi queimado no braseiro. O rei e todos os seus conselheiros que ouviram todas aquelas palavras não ficaram alarmados nem rasgaram as suas roupas, lamentando-se. (Jeremias 36:21-24)

Joaquim não queria saber de mudar seu estilo. Deus vinha falando com Israel e com ele desde o tempo de Josias. Já fazia muito tempo que Deus trabalhava para que houvesse arrependimento e mudança. mas as mudanças não aconteciam, muito pelo contrário, a palavra do Senhor era simplesmente ignorada. Quando Deus enviou a mensagem de Deus para arrependimento e mudança, ele ignorou. A bíblia diz que ele não alarmou, não se preocupou e nem ficou com medo da ira de Deus, ao contrário; ele ficou irado com o que estava escrito. Por isso ele jogou no fogo. A mente dele estava tão cauterizada, que não havia arrependimento e nada. Não rasgaram a roupa, não se lamentaram, não pediram perdão, não se armaram.. nada.

Quando uma pessoa não quer mudar o estilo de vida, não importa quantas vezes Deus fala com ela, não importa se o profeta é de casa ou de fora, se a pessoa não recebe o tratar de Deus com amor, nada vai mudar, nada vai acontecer, tudo fica do mesmo jeito, e Deus não trabalha. Deus não faz o sobrenatural no ministério, e o que sobra.. Um ministério frio, morno, almas não se rendem, não se vê milagres, não se vê acontecimentos novos.
Muitos não fazem algo para Deus porque coloca impedimento em tudo. Ah não posso fazer isso porque estou com dor de cabeça, não posso fazer isso, porque estou com problemas mais fazer nada para Deus, não posso mais ser usado... Mesmo na prisão Jeremias continuou sendo profeta e mesmo na prisão ou impedido de entrar no templo, Deus por intermédio dele levou a mensagem ao templo, ao rei e ao povo.

O rolo escrito, que Baruque e Jeremias concluíram com sacrifício por muitos meses, o rei  pegou, cortou e jogou no fogo que o queimou em segundos. Porém, depois de todo aquele trabalho  ter sido destruído, para surpresa do profeta, o Senhor dirigiu esta palavra a Jeremias:
"Pegue outro rolo e escreva nele todas as palavras que estavam no primeiro, que Joaquim, rei de Judá, queimou". (Jeremias 36:28) Além de muitas outras palavras semelhantes que foram acrescentadas.
(Jr 36:32)
Jeremias teria que fazer todo o trabalho novamente.. Seriam horas ou talvez dias escrevendo, mas a ordem de Deus é para ser cumprida. Ele pegou o rolo, escreveu e Deus ainda acrescentou mais palavras.

O que Deus quer nos dizer com isso, é que não importa se seus sonhos foram frustrados, SONHE MAIS UMA VEZ; Se você está decepcionado com alguma coisa que não deu certo, TENTE DE NOVO. Não importa se você está cansado, se está em dificuldade, se vai derramar suor e lagrimas; não importa se o que você fez para o Senhor parece que não foi da forma que Deus quis, Talvez você esteja esperando que Deus volte atrás e te poupe de um novo trabalho, mas Ele está te falando nesta hora: FAÇA MAIS UMA VEZ. Faça de novo, e de novo, porque o diabo tenta colocar cansaço, exaustão, mas Deus está te falando... faça de novo, pregue minha palavra de novo, evangelize aquela pessoa de novo, fale do meu amor de novo, jejue de novo, ore de novo, clame de novo.. porque Eu quero realizar uma obra extraordinária na vida dela, na sua vida, na sua família, no seu ministério, então mesmo que tudo tenha sido destruído por satanás, mesmo que aquela pessoa que você trouxe para a casa de Deus tenha voltado atrás, Deus te diz, faça tudo de novo, vá pregar a palavra de novo. Se tudo o que você fez com muito trabalho, ainda assim alguém lançou no fogo e rapidamente foi destruído,, os seus sonhos, os seus projeto, faça de novo, faça melhor, faça como Jeremias, Deus está é com você, Deus não está com os "Jeoaquins" da vida. Deus está é com você! Faça de novo em nome do Senhor Jesus Cristo. Saia desse abatimento, saia desse "vou desistir".. Deus não te levantou pra desistir; Deus não te levantou pra ser abatido.. Quem te feriu vai voltar pra te pedir perdão. Quem lançou seus projetos no fogo vai ter que clamar pedindo a Deus pra te abençoar.
Pegue outro rolo e escreva tudo de novo até que tudo seja concluído da forma que agrada a Deus.
Persevere na palavra de Deus. Se queimaram todo o seu projeto, todo o seu trabalho, se jogaram todo o seu esforço no braseiro, não importa onde você está, NÃO DESISTA; FAÇA DE NOVO EM NOME DE JESUS.



terça-feira, 17 de novembro de 2015

Os Filhos Ímpios do Sacerdote Eli




1 Samuel 2.12-36 

Deus quer ensinar seu povo. Ele não quer que seus líderes venham cair. Eli foi juiz e sacerdote em Israel por quarenta anos, mas seus filhos eram ímpios e não se importava com o Senhor. Eli foi se perdendo. Nós percebemos na passagem com relação a Ana, que Eli já não tinha discernimento para julgar o povo. Entenda o texto:
Enquanto ela (Ana) continuava a orar diante do Senhor, Eli observava sua boca. Como Ana orava silenciosamente, seus lábios se mexiam mas não se ouvia sua voz. Então Eli pensou que ela estivesse embriagada e lhe disse: "Até quando você continuará embriagada? Abandone o vinho! "
Ana respondeu: "Não se trata disso, meu senhor. Sou uma mulher muito angustiada. Não bebi vinho nem bebida fermentada; eu estava derramando minha alma diante do Senhor. Não julgues tua serva uma mulher vadia; estou orando aqui até agora por causa de minha grande angústia e tristeza".
(1 Samuel 1:12-16)

Eli não tinha discernimento para julgar o povo e por falta de disciplina em sua própria casa, foi perdendo a força moral, o equilíbrio e fracassando a cada dia. Com uma vida de excessos, foi ganhando peso com o passar dos anos e se tornou pesado demais. (1 Sm 4.18). Muito acima do peso, melhor falando, obeso.
Seus filhos Hofni e Finéas que também eram sacerdotes, cresceram no Templo (Casa do Senhor) e eram acostumados com os cultos, os sacrifícios anuais e as ofertas; mas se tornaram indisciplinados, só faziam o que queriam, prevaricavam contra o Senhor; não conheciam o Senhor, roubavam dos sacrifícios usando  da autoridade que tinham para tirar para si o melhor das ofertas que o povo ofertavam ao Senhor. Eles enfiavam um garfo grande de três dentes nas panelas a fim de tirarem a parte melhor do sacrifício, tomavam a carne crua para talvez fazerem um bom churrasco, e da gordura sem primeiro queimar para o Senhor e ainda diziam que se não dessem a eles o que eles queriam, tomariam à força.  Se o homem lhe dissesse: "Deixe primeiro a gordura se queimar e então pegue o que quiser", o auxiliar respondia: "Não. Entregue a carne agora. Se não, eu a tomarei à força". O pecado desses jovens era muito grande à vista do Senhor, pois eles estavam tratando com desprezo a oferta do Senhor. (1 Samuel 2:16,17). Eles viviam em excessos; deitavam com as mulheres que se juntavam em frente ao templo; se tornaram adúlteros, blasfemos, insolentes, negligentes, autoritários, sem temor e desrespeitaram o Templo do Senhor. Eles corromperam o sacerdócio; profanaram a casa de Deus; mancharam suas vestes; tornaram-se falsos pastores. O povo todo via isso e falava para Eli, mas este amava mais a seus filhos do que a Deus e não os disciplinava com o rigor necessário.

Por 40 anos ele liderou Israel e foi um bom líder; agradava a Deus, mas com o passar dos anos ele foi se perdendo com os filhos. Ele fracassou com os filhos e ainda os colocou no ofício sacerdotal. Os filhos de Eli não conheciam o Senhor e por falta de disciplinar seus filhos da forma correta, Eli chegou ao fim de seu ministério com amargura da alma.
Os pais precisam disciplinar seus filhos desde cedo para que os mesmos não venham envergonhar sua casa causando amargura na alma de toda a família, e principalmente para não envergonhar o nome do Senhor. Os filhos de Eli se corromperam e Eli na qualidade de sacerdote, não teve uma postura na educação dos filhos e ainda por cima honrava mais seus filhos do que a Deus.

O Senhor vai cobrar de cada um de nós pais e mães, sobre disciplinar nossos filhos para o bem. O Senhor disse a Eli: você honra mais aos seus filhos do que a mim. Eli deveria ter corrigido seus filhos desde quando eram pequenos pois eles não respeitavam Eli nem como pai e nem como sacerdote. Eles não respeitavam a igreja, não respeitava o povo, não respeitava os sacrifícios ao Senhor, não respeitavam e nem temiam ao próprio Deus. Eles não respeitavam a ninguém e eram sacerdotes.

Muitos filhos hoje não respeitam os pais porque não foram disciplinados corretamente lá atrás. Quando eles tinham idade para aprenderem a honrar o pai, não foram ensinados e o Senhor esperava do sacerdote Eli uma atitude com relação aos filhos. Então, Eli já estava velho quando resolveu disciplinar os filhos:

Eli, já bem idoso, ficou sabendo de tudo que seus filhos faziam a todo o Israel e que eles se deitavam com as mulheres que serviam na entrada da Tenda do Encontro. Por isso lhes perguntou: "Por que vocês fazem estas coisas? De todo o povo ouço a respeito do mal que vocês fazem. (1 Samuel 2:22,23)
O agir com discernimento precisa ser uma marca na vida do cristão. Precisamos buscar em todo o tempo obedecer as instruções dadas por Deus. O Senhor está atento a tudo (Ml 3.16)

Então o Senhor enviou um profeta a Eli com esta advertência:
Prometi à sua família e à linhagem de seu pai, que ministrariam diante de mim para sempre’. Mas agora o Senhor declara: ‘Longe de mim tal coisa! Honrarei aqueles que me honram, mas aqueles que me desprezam serão tratados com desprezo. É chegada a hora em que eliminarei a sua força e a força da família de seu pai, e não haverá mais nenhum idoso na sua família, e você verá aflição na minha habitação. Embora Israel prospere, na sua família ninguém alcançará idade avançada.E todo descendente seu que eu não eliminar de meu altar será poupado apenas para lhe consumir os olhos com lágrimas e para lhe entristecer o coração, e todos os seus descendentes morrerão no vigor da vida. E o que acontecer a seus dois filhos, Hofni e Finéias, será um sinal para você: os dois morrerão no mesmo dia”. (1 Samuel 2:30-34)

Por causa do pecado deles, mais de trinta mil pessoas foram mortas no campo de batalha, a arca da aliança, símbolo da presença de Deus, foi roubada e eles foram mortos. O próprio Eli  ao saber das más notícias, caiu de sua cadeira e como estava pesado, quebrou o pescoço e morreu. A nora de Eli,  esposa de Finéias estava grávida e ao saber das más notícias, entrou em trabalho de parto e deu à luz um filho que deu o nome Icabode (que quer dizer: foi-se a glória do Senhor), uma evidência de que a glória de Deus havia se apartado deles; e após o parto morreu (4.18-22).
A situação estava tão feia, e uma falta de temor tão grande em Israel, que a Arca de Deus foi tomada, a presença de Deus saiu de Israel e Deus preferiu ficar com os filisteus.

Conclusão: Eli foi um sacerdote justo que deu lugar ao ímpio: seus filhos; colocando em risco o seu ministério. Tema ao Senhor; tenha intimidade com Ele e não perca a presença de Deus em sua vida.


Seja Bem Vindo!

Seja bem vindo!
É um prazer ter você em meu blog. faça o seu comentário, deixe a sua mensagem.