quarta-feira, 4 de maio de 2016

Seja grato ao Senhor, Volte!


Lucas 17:11-19 (Os 10 Leprosos)


Samaria era uma região da Palestina entre o norte da Galiléia e o sul da Judéia. Seus habitantes incluiam judeus que ao longo dos séculos, tiveram casamentos mistos  com os gentios. Eles também acrescentaram deuses estranhos à adoração. O resultado disso foi grande ódio e preconceito entre os judeus e os samaritanos.  Quando um judeu viajava entre a Galileia e a Judeia, percorriam uma distância maior passando pela Peréia, na margem oriental do Jordão; a fim de evitar passar por Samaria. Jesus porém não tinha nenhum problema contra os samaritanos. 
Jo 4:4 "Era-lhe necessário passar por Samaria".  Ele precisava salvar samaritanos!

Jesus passou pela divisa entre Samaria e Galiléia. Ao entrar num povoado, dez leprosos dirigiram-se a Jesus. Ficaram a certa distância 13 e gritaram em alta voz: "Jesus, Mestre, tem piedade de nós!" Essas pessoas eram consideradas impuras.  E quando uma pessoa estava leprosa tinha que ficar fora da cidade, fora do convívio pessoal , não podia morar com outras pessoas dentro da cidade e de maneira nenhuma poderiam se aproximar de um sacerdote. A lei dizia que se isso acontecesse eles seriam apedrejados. 
A lepra representa o pecado que destrói as pessoas. A lepra na Bíblia é qualquer doença de pele.Tanto que quando eles viram Jesus, eles não se aproximaram, eles clamaram em voz alta para que o Senhor tivesse compaixão deles. E o Senhor que poderia ter curado eles ali, que podiam  dizer simplesmente: sejam limpos e eles seriam limpos, mas o Senhor ao invés de curá-los, mandou que eles fossem se apresentar ao sacerdote, embora a lei, a religião falasse que eles não poderiam se aproximar do sacerdote. 
Quando o Senhor  mandou que eles fossem se apresentar ao sacerdote,  Ele queria que eles manifestassem a fé e eles tiveram uma atitude de fé e a Bíblia diz que enquanto eles iam foram curados, sem nem chegarem até o sacerdote.
Aqueles homens poderiam ter questionado a ordem dada por Jesus, mas vemos que eles preferiram acreditar na palavra do Senhor. Vão mostrar-se ao sacerdote! Agiram, acreditaram, foram e receberam a cura

Muitos tem fracassado porque quando são movidos a exercitarem a fé em uma determinada área diferente do modo de como aprenderam ou ouviram falar, eles estacam! Pois a religião pela qual estão acostumados, ensinaram algo que eles não mudam, preferem ter a bênção bloqueada e impedido-as de viverem os milagres. O Senhor não queria apenas curá-los da lepra, mas libertá-los do que a religião havia feito na vida deles. A religião escraviza as pessoas dizendo: Você não pode fazer isso ou; você não pode fazer aquilo. Jesus quebrou este protocolo mandando eles fazerem una coisa que a religião dizia que não podia. A religião te leva a um aprisionamento legalista com regras, sistemas, rituais e cerimônias, ao invés de te levar a um verdadeiro relacionamento com Deus. As pessoas estão mais preocupadas em viverem um sistema de regras e doutrinas humanas, do que a viverem um relacionamento com Deus. Muitos que se dizem religiosos estão mais aprisionados a um sistema mundano do que a obedecerem a palavra de Deus.

Eu tenho uma lepra, foi dito que eu tenho que morar fora da cidade, eu sou um rejeitado porque a lei diz que eu sou rejeitado e a lei diz e a lei está certa, mas quando vem o Senhor com uma palavra de libertação, elas tem uma escolha a fazer, ou acreditar e dar passos de fé rumo a libertação e a cura e a vitoria, ou continuar escravo de um sistema mundano onde diz que eu tenho que viver isolado.

Senhor tem compaixão de mim!! Vá e apresente-se ao sacerdote... É pegar ou largar. É acreditar ou não.
A Bíblia diz que indo..... eles não precisaram chegar até o sacerdote.. enquanto eles iam com passos de fé, já viveram o milagre...Mas a aconteceu algo que chamou a atenção de Jesus! Quando eles foram curados, teve um único, que não era judeu, que era considerado um estrangeiro, que voltou para agradecer e louvar ao Senhor. 
Jesus perguntou: Não foram 10 pessoas que eu curei? E só este estrangeiro  voltou para agradecer a Deus? Cadê os judeus? Onde estão os religiosos? Por incrível que pareça, o único homem que voltou para agradecer a Jesus, foi o samaritano!
Jesus lhe disse: Vá, a sua fé te salvou.
Deus quer que tenhamos um relacionamento com Ele. Este samaritano se mostrou grato porque além da cura, ele queria ter um relacionamento com o Salvador. Ele queria ter uma vida com Deus; por isso, além de ser curado da lepra, recebeu também a cura e a libertação da alma e do espírito e passou a ter uma vida de vitórias. 

CONCLUSÃO: Ó Senhor, esperança de Israel, todos os que te abandonarem sofrerão vergonha; aqueles que se desviarem de ti terão os seus nomes escritos no pó, pois abandonaram o Senhor, a fonte de água viva. Cura-me, Senhor, e serei curado; salva-me, e serei salvo, pois tu és aquele a quem eu louvo. (Jeremias 17:13,14)

quarta-feira, 13 de abril de 2016

A Cura de um Menino. Quando a Igreja Fracassa....


Marcos 9.14-32

Jesus estava no monte orando, juntamente com três de Seus discípulos (Pedro, Tiago e João) (v.2), enquanto que os outros ficaram embaixo juntamente com a multidão. De repente no meio da multidão chega um pai trazendo seu filho possesso por um espírito do mal e como Jesus não estava ali, ele se dirige ao discípulos pedindo ajuda, pediu para que eles orassem e expulsassem o demônio que estava no jovem, mas os discípulos não conseguiram expulsar o demônio do jovem. Por causa disso houve uma grande discussão entre os mestres da lei e os discípulos. Quando Jesus chegou onde estavam os outros discípulos, viu uma grande multidão ao redor deles e os mestres da lei discutindo com eles (v.14), então Jesus perguntou o motivo da discussão (Mc 9.16). 
O pai do menino foi quem respondeu dizendo: "Mestre, eu te trouxe o meu filho, que está com um espírito que o impede de falar. Onde quer que o apanhe, joga-o no chão. Ele espuma pela boca, range os dentes e fica rígido. Pedi aos teus discípulos que expulsassem o espírito, mas eles não conseguiram". (v-17,18).

A Bíblia vai nos dizer no livro de Mateus, que este jovem "caia no fogo ou na água” (Mt 17.15b). E quando o pai do jovem avistou Jesus, ele se aproximou do Mestre, ajoelhou-se diante dele e disse: ‘Senhor, tem misericórdia do meu filho. Ele tem ataques e está sofrendo muito” (Mt 17.14-15a). 

Aquele jovem  sofria ataques de uma epilepsia "satânica"  correndo o risco de morrer queimado ou afogado. Imagine a aflição daquele pai ao ver a situação do filho! Qual pai ou qual mãe não ficariam aflitos se tivesse um filho com algum tipo de enfermidade? E se a pessoa estivesse com um demônio no corpo e fosse levada à igreja mas a igreja não conseguisse expulsar o demônio? E se a igreja fracassasse?
Foi o que aconteceu! Aquele pai ouviu falar que Jesus curava e fez a coisa certa, levou seu filho na esperança de Jesus curá-lo, mas ao chegar no lugar onde poderia encontrar Jesus, encontrou com alguns dos discípulos, mas os discípulos de Jesus não puderam ajudar o rapaz. Eles não conseguiram expulsar os demônios daquele jovem!

Nós somos os discípulos e igreja viva do Senhor. Esta passagem é um alerta para quem trabalha na obra de Deus. Cuidem para não fazer a obra de Deus relaxadamente. Cuidado com os "movimentos" que não mostram nenhuma transformação. De nada vale empolgação sem transformação. O que precisamos é ser cheios do Espírito Santo; cheios do Poder de Deus; não podemos fazer a obra de qualquer maneira, confiando no "eu sei tudo", "eu posso tudo". Não! Você não sabe como convém, você não pode nada sem Jesus; sem Jesus nada podeis fazer (João 15.5). De que adianta ser árvore "frondosa", mas não ter frutos? Se o sal está insípido, não serve mais para nada. Pregar, dançar, louvar não é o bastante, precisa mais que isso, precisamos é de comunhão com Deus,  santidade, fé, renúncia da vontade da carne, se encher do Espírito de Poder, poder transformador!  O apóstolo Paulo questionou aos gálatas: “Será que vocês são tão insensatos que, tendo começado pelo Espírito, querem agora se aperfeiçoar pelo esforço próprio? Será que foi inútil sofrerem tantas coisas? Se é que foi inútil! Aquele que lhes dá o seu Espírito e opera milagres entre vocês, realiza essas coisas pela prática da lei ou pela fé com a qual receberam a palavra?" (Gálatas 3:3-5)

Quando deixamos de confiar em Deus e passamos a confiar apenas no "Eu", a igreja fracassa; a igreja não consegue expulsar demônios, não há mais cura, libertação, não há mais transformação. A pessoa entra e sai da mesma forma.
O pai do garoto disse: “Eu o trouxe aos teus discípulos, mas eles não puderam curá-lo” (Mateus 17.16). Quando Jesus enviou seus discípulos e os comissionou explicitamente: Curem os enfermos, ressuscitem os mortos, purifiquem os leprosos, expulsem os demônios. (Mateus 10:8), mas eles falharam e se sentiram impotentes diante da missão. Quando a igreja perde o foco, ela perde o poder, ela fracassa.  Os discípulos “não puderam” curar o jovem porque eram religiosos, andavam com Jesus mas não pegavam o espírito de Jesus, faltava-lhes fé, renunciar a religiosidade e se entregar mais aos milagres que presenciavam e tomar posse da autoridade que Jesus havia dado.

Jesus, indignado, disse: “Ó geração incrédula! Até quando estarei com vocês? Até quando terei que suportá-los? Tragam-me o menino." (Mateus 17.17).
Jesus repreendeu o demônio; este saiu do menino e, desde aquele momento, ele ficou curado. (Mt 17:18)
Jesus resolveu a aflição daquele pai. Jesus repreendeu o demônio e o menino ficou livre daquele mal, trazendo uma grande alegria para aquele pai.
Jesus também pode resolver esta sua situação. Se você está passando por uma situação difícil, já foi em vários lugares e nada resolveu, participou de campanhas e nada.. Não busque no homem, busque em Deus. A sua cura, libertação e transformação, está em Jesus.  É impossível você ir até Jesus e voltar do mesmo jeito. Jesus comissionou os discípulos, mas é através de sua fé no Senhor que você será curado.

Então os discípulos aproximaram-se de Jesus em particular e perguntaram: "Por que não conseguimos expulsá-lo? " Ele respondeu: "Por que a fé que vocês têm é pequena. Eu lhes asseguro que se vocês tiverem fé do tamanho de um grão de mostarda, poderão dizer a este monte: ‘Vá daqui para lá’, e ele irá. Nada lhes será impossível. Mas esta espécie só sai pela oração e pelo jejum". (Mateus 17:19-21)

Tenha uma vida com Jesus. Leia a Palavra de Deus. Jejue, ore, se encha do poder, só então você verá a diferença no seu ministério, pois para a Igreja que é cheia de poder, nada é impossível.


segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

A ordem é: Orar sempre e jamais desanimar



Lucas 18.1-8

Jesus estava falando aos seus discípulos sobre a importância de orar sem cessar; persistir na oração, focar no objetivo, focar no sonho e jamais desanimar. Ele contou uma parábola sobre uma viúva que tinha uma causa para ser resolvida e que por conta disso ela por diversas vezes foi  procurar esse juiz para que ele julgasse a causa dela, mas esse juiz era um homem ímpio, iníquo, perverso, corrupto, não temia a Deus, não respeitava os homens, não estava nem aí para a causa dela, pois não se importava com ninguém. viúva não tinha dinheiro para dar ao juiz, não podia pagar um advogado e não tinha ninguém que a defendesse. Esse juiz se recusou a ajudá-la, ele desprezou, maltratou e humilhou aquela viúva por várias vezes. Talvez os seguranças impediram ela de entrar naquele estabelecimento. Mas, o que chama atenção nesta parábola, é que ela não desistiu; o descaso do juiz sobre a sua causa não a intimidou, ela persistiu , perseverou, orou a Deus em lágrimas; e a oração chegou ao trono de Deus, e o Senhor começou a trabalhar na mente daquele juiz que acabou cedendo devido a persistência daquela viúva. A causa ninguém sabe, a Bíblia na menciona, o que sabemos é que para se ver livre da viúva de uma vez por todas, o juiz acabou cedendo e julgando sua causa. 

Ei! Eu não sei como anda a sua vida. Talvez você tenha uma causa que julga sem solução. Você já tentou diversas vezes resolver, mas alguém nem te recebeu, não parou pra te ouvir, não mostrou nenhum interesse em te ajudar, e todo o seu esforço e seus argumentos foram em vão. Você se sentiu desanimado, humilhado, pensou até em desistir, pensou em deixar para lá e "chutar o balde". Você cansou de lutar! Mas te digo nesta hora que Jesus não quer que você esmoreça, Jesus não espera de você que você desista; Jesus espera que você ore por esta causa insistentemente, porque Deus entrará com justiça ao seu favor. A viúva importunou tanto aquele juiz que ele acabou cedendo e julgando sua causa só para ficar livre de vez da "chatura" da mulher..  

Jesus contou uma outra parábola para ensinar que devemos pedir com insistência até ter o nosso pedido atendido:

"Disse-lhes ainda Jesus: Qual dentre vós, tendo um amigo, e este for procurá-lo à meia-noite e lhe disser: Amigo, empresta-me três pães, pois um meu amigo, chegando de viagem, procurou-me, e eu nada tenho que lhe oferecer.  E o outro lhe responda lá de dentro, dizendo: Não me importunes; a porta já está fechada, e os meus filhos comigo também já estão deitados. Não posso levantar-me para tos dar; digo-vos que, se não se levantar para dar-lhos por ser seu amigo, todavia, o fará por causa da importunação e lhe dará tudo o de que tiver necessidade". (Lucas 11:5-8)

Jesus espera que oremos com fé, coragem e perseverança. Você pode derrubar fortalezas quando ora com fé, perseverança, coragem e ousadia. Ser ousado não é orar achando que podemos manipular Deus, o Justo Juiz, mas orar dia e noite com a certeza de que podemos alcançar a vitória por intermédio de Jesus Cristo. Se você pedir a Deus algo que não seja contra a vontade dEle, Ele fará justiça e depressa. Ele te atenderá em pouco tempo. 
E o Senhor continuou: "Ouçam o que diz o juiz injusto. Acaso Deus não fará justiça aos seus escolhidos, que clamam a ele dia e noite? Continuará fazendo-os esperar? Eu lhes digo: Ele lhes fará justiça, e depressa. Contudo, quando o Filho do homem vier, encontrará fé na terra? "  (Lucas 18:6-8)

Deus age depressa para não deixar aquele que ora com fé esperando; mas, e você? Você toca no coração de Deus com sua fé? Ele encontra fé em seu coração? Porque sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam. (Hebreus 11:6). Entre na presença do Senhor com coragem e confiança! Coloque força e foco nos seus objetivos. Coloque esta causa nas mãos de Deus e vá até o fim sem olhar para as circunstâncias! Você não está diante de um juiz iníquo que aceita suborno e não quer te atender; ao contrário, Ele quer defender sua causa e tem pressa em fazer justiça pelos Seus escolhidos. Não abra mão de sua vitória... Insista , persevere, ore sem desanimar, sem esmorecer, pois é o próprio Deus que defende a sua causa:   

"Pois o Senhor, o seu Deus, é o Deus dos deuses e o Soberano dos soberanos, o grande Deus, poderoso e temível, que não age com parcialidade nem aceita suborno. Ele defende a causa do órfão e da viúva e ama o estrangeiro, dando-lhe alimento e roupa." (Dt 10:17-18); E, amaldiçoa o homem que perverter seu direito : "Maldito aquele que perverter o direito do estrangeiro, do órfão e da viúva. E todo o povo dirá: Amém".(Dt 27.19) 

Aquele que corromper ou não dar crédito às instruções do Senhor, é considerado maldito pelo próprio Deus.


quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

Jesus Restaura o Sonho de Malco


Lucas 22.47-51 e João 18.10

Quem de nós não já tivemos sonhos e por conta destes sonhos, abrimos mãos de nossas próprias vontades, lazeres e descansos só para lutar em prol de ver os nossos sonhos realizados? Você se empenhou, dedicou horas estudando, fez campanha colocando seus sonhos na presença de Deus, mas de repente você desviou o foco da fé e deu ouvidos a alguém que disse que você não ia conseguir, saiu de sua fé para dar ouvidos a um destruidor de sonhos, daí veio o desânimo, a dúvida, a angústia e sem forças para continuar lutando, desistiu de tudo.

A passagem que acabamos de ler, está registrada nos 4 Evangelhos: Mateus (26:51-52), Marcos (14:43-47), João (18:10-11) que nos revela o nome do servo (Malco), e do discípulo de Jesus que atingiu a orelha direita de Malco (Pedro); e, Lucas (22:47-51), que era um médico,  e cita a respeito da cura, ou seja, do último milagre realizado por Jesus: A restauração da orelha direita do servo Malco.
Malco não era um soldado como muitos pregam por aí. A Bíblia diz nos 4 Evangelhos que Malco era “servo do sumo-sacerdote. Aí você pergunta: E que diferença faz se a orelha direita cortada era de um soldado ou do  servo do sumo-sacerdote?  A diferença é que um soldado poderia até não ter a orelha direita, mas aqueles que sonhavam um dia serem consagrados a sacerdotes, não poderiam ter defeito na orelha direita, e no polegar  direito do pé e da mão; tinham que se dedicar de 5 a 8 anos ao estudo da Torah,  e ao trabalho no Templo (porque de 12 em 12 horas tinham que colocar lenha no altar para o fogo não apagar);  ser descendente de Arão, da linhagem da tribo de Levi, ter o corpo perfeito, não podia ser surdo ou gago;  deveriam andar o tempo todo com o sumo Sacerdote e obedecer todas as suas ordens na condição não só de discípulo como também de servo. Ao final, quando já estavam preparados para serem consagrados, o sumo-sacerdote  passava o sangue na ponta da orelha direita, e dos polegares direitos dos pés e das mãos. Na falta de alguma destas partes, ele não poderia ser consagrado a sacerdote.

"Depois mandou trazer o outro carneiro, o carneiro para a oferta de ordenação, e Arão e seus filhos colocaram as mãos sobre a cabeça do carneiro. Moisés sacrificou o carneiro e pôs um pouco do sangue na ponta da orelha direita de Arão, no polegar da sua mão direita e no polegar do seu pé direito. Moisés também mandou que os filhos de Arão se aproximassem, e sobre cada um pôs um pouco do sangue na ponta da orelha direita, no polegar da mão direita e no polegar do pé direito; e derramou o restante do sangue nos lados do altar". (Levítico 8:22-24)

"O sacerdote porá um pouco do sangue da oferta pela culpa na ponta da orelha direita daquele que será purificado, no polegar da sua mão direita e no polegar do seu pé direito. Então o sacerdote pegará um pouco de óleo da caneca e o derramará na palma da sua própria mão esquerda, molhará o dedo direito no óleo que está na palma da mão esquerda, e com o dedo o aspergirá sete vezes perante o Senhor. O sacerdote ainda porá um pouco do óleo restante na palma da sua mão, na ponta da orelha direita daquele que está sendo purificado, no polegar da sua mão direita e no polegar do seu pé direito, em cima do sangue da oferta pela culpa".
(Levítico 14:14-17)

Malco  estava ali perseguindo a Jesus, a mando do sumo sacerdote, ele foi  com a comitiva de soldados romanos acompanhados pelo discípulo de Jesus, Judas Iscariotes, o traidor,  prender o Mestre Jesus, a fim de que o mesmo fosse levado à presença do sumo sacerdote Caifás, para prendê-lo e matá-lo; ele agia igual a Saulo, perseguia Jesus e seu povo, achando que estava fazendo o certo para a obra de Deus.
Observe as palavras de Saulo:
"Eu também estava convencido de que deveria fazer todo o possível para me opor ao nome de Jesus, o Nazareno. E foi exatamente isso que fiz em Jerusalém. Com autorização dos chefes dos sacerdotes lancei muitos santos na prisão, e quando eles eram condenados à morte eu dava o meu voto contra eles. Muitas vezes ia de uma sinagoga para outra a fim de castigá-los, e tentava forçá-los a blasfemar. Em minha fúria contra eles, cheguei a ir a cidades estrangeiras para persegui-los". (Atos 26:9-11)

O Sumo Sacerdote não tinha discernimento nenhum e dera ordens para que prendessem Jesus, o Messias, o Filho de Deus. Porém, Pedro, discípulo de Jesus, temendo pela própria vida ou para defender o Mestre, desembainhou uma espada e cortou a orelha direita de Malco.  “Então, Simão Pedro puxou da espada que trazia e feriu o servo do sumo sacerdote, cortando-lhe a orelha direita; e o nome do servo era Malco.” (João 18.10)
Malco caiu ao chão horrorizado. O seu sonho estava ali no chão... a orelha direita onde receberia a consagração. Tudo parecia estar acabado para Malco, pois ainda que estivesse a serviço da maldade do sacerdócio; ainda que sua motivação naquele momento fosse a pior possível; ainda que seu coração tivesse se corrompido levando-o a aceitar essa baixa condição de executar missões reprováveis em nome do Sumo Sacerdote, Malco, todavia acreditava estar a serviço da Obra de Deus. Então Jesus vendo o desespero daquele servo,  abaixou, pegou a orelha no escuro e colou-a no lugar, restaurando o sonho daquele homem. Creio que a partir dali Malco nunca mais foi o mesmo. Depois daquele encontro com Jesus imagino que Malco dedicou sua vida a favor do Mestre. A Bíblia não fala mais nada sobre ele, mas eu acredito que quando uma pessoa tem um encontro verdadeiro com Jesus, nunca mais ela será a mesma..

Ás vezes, quem puxa a espada para cortar os nossos sonhos e objetivos é alguém que está no nosso meio, andando com Jesus, dentro da Igreja, próximo de nós. É a inveja  dominando o coração no meio cristão.Aí esses invejosos sugam as energias, abatem a força, causa o desânimo e a desistência, mas Deus conhece os  seus sonhos; Ele sabe e vê todas as coisas e quando colocamos Deus à frente de tudo e os nossos sonhos em suas mãos, mesmo que alguém se levante tentando destruí-los, o Senhor chega e diz: “Basta!" . Erga sua cabeça! Seja forte! Eu dou a cura que você precisa. Eu opero o milagre. Eu restauro sua orelha direita, seus sonhos, aquilo que tiraram de você. Não ficará cicatriz. Alegre-se!

Vamos chamar seu sonho de "orelha direita".
Eu não sei como anda sua vida. Se alguém muito próximo a você, foi a pessoa que cortou o seu sonho, frustrou os seus projetos; você sente que sua vida espiritual está abalada e o seu ministério frio. Não desanime! Levante sua cabeça porque Jesus pode restaurar os seus sonhos; agora, se  foi  você que por um motivo ou outro, cortou a "orelha direita" de alguém; se você foi a pedra de tropeço para destruir o sonho de alguém bem próximo a você, e hoje você se arrepende do que fez,  não se desespere! Deus conhece o seu coração e te dá outra oportunidade. Ele restaura você nesta hora; somente creia.

Depois que Pedro cortou a orelha de Malco, ele ainda fez coisa bem pior: Negou Jesus três vezes! Depois se arrependeu amargamente e Jesus o perdoou e o encheu de poder e unção que ao ler o livro de Atos 2.14-40, vemos que em uma única pregação, Pedro ganhou 3.000 almas para o Reino de Deus.

sábado, 6 de fevereiro de 2016

Jesus Cura e Liberta a Mulher Encurvada




 Lucas 13.10-17

O texto diz que Jesus foi  ensinar numa das sinagogas; mais precisamente NAQUELA sinagoga, e lá estava uma mulher, dentro do templo, ouvindo, aprendendo e buscando a Deus. Imagino que no seu intimo ela clamava por um milagre, pois sofria de um problema sério, estava encurvada, aprisionada por Satanás há 18 longos anos. Jesus não foi ali naquele dia por acaso; Jesus não faz nada por acaso! Jesus a viu e disse que ela era mantida aprisionada por Satanás há 18 anos. Um espírito maligno entrou nela e a mantinha encurvada. Mesmo ela sendo filha de Abraão, mesmo sendo filha da promessa, mesmo frequentando a sinagoga, mesmo tendo uma fé, nada disso impediu que um demônio colocasse nela uma enfermidade deixando-a encurvada e oprimida por longos 18 anos.  
Era um dia de sábado e a religião não permitia que curasse alguém no sábado, pois o sábado era para ser santificado. Mas Jesus é Senhor do sábado e não mede esforço para abençoar uma pessoa.

SINAGOGA - Templo judaico onde os judeus se reuniam para orarem e escutarem as melhores exposições dos sábios.  Ali os fariseus se reuniam todos os dias para discutirem e interpretarem a Torah e implantarem  mais leis rigorosas.
MESQUITA - Templo onde os muçulmanos se reúnem
IGREJA - Templo onde os cristãos se reúnem

Muitos cristãos estão encurvados diante do pecado, dos vícios porque de alguma forma, deram brechas para que demônios  tivesse  domínio sobre eles, deixando-os encurvadas dentro da igreja do Senhor. Muitas pessoas pensam que porque estão na igreja, o diabo não tem nenhuma força sobre elas, mas tem, pois vivem encurvadas por falta de vigilância. Esse problema era causado por uma força diabólica, mesmo ela buscando a Deus, o diabo ainda estava agindo na vida dela, ela se conformou, se acomodou, como muitos tem se acomodado. Quando o diabo quer destruir um cristão, e este não vigia, ele age na área que mais o cristão está apegado; seja na área financeira, familiar, aí coloca uma doença,  um desânimo, uma frieza, uma dúvida aí vem a crise financeira, a crise familiar,  e passam a viverem aprisionadas, oprimidas , encurvadas e sem forças, pois o diabo suga-lhes as forças.  Muitos precisam de libertação, mas pensam que por fazerem a obra de Deus, não precisam, e nesse engano o inimigo tem aprisionado muitos cristãos. Esse é um problema espiritual que precisa ser tratado.

Imagine essa mulher escondida lá no cantinho da sinagoga sem esperança de ser curada, cheia de dores na coluna, sofrendo rejeição por parte de todos apenas para ouvir os ensinamentos. Ela entrava e saída da mesma forma em todas as reuniões porque a religiosidade nada podia fazer por ela, os líderes religiosos da sinagoga nada fizeram pra ajudá-la; ao contrário, quando viram que Jesus a chamou à frente e a curou daquela opressão demoníaca, eles ficaram indignados e disseram: "Há seis dias em que se deve trabalhar. Venham para ser curados nesses dias, e não no sábado". (v14).  Para eles o sábado era mais importante do que as necessidades do povo, para eles o sábado era mais importante do que libertar uma mulher que há 18 longos anos sofria daquele mal. Então, Jesus os repreendeu e os chamou de hipócritas, pois amavam a religião e não se importavam com o estado do povo de Deus!

 Eu não sei se você se encontra em uma situação onde os problemas parecem não ter solução. Já perdeu até as esperanças devido esta situação já se prolongar por muitos anos. Não é propósito de Deus que você fique assim, sofrendo, angustiado e abatido.  Jesus pode mudar a sua história!
Os religiosos não curaram aquela mulher, porque religião não cura e não liberta ninguém. Mas, Jesus cura, liberta, transforma e salva. Jesus verdadeiramente levou sobre si todas as nossas enfermidades. Ele empobreceu pra você enriquecer. Ele se fez maldito pra você ser bendito. Ele veio para nos dar vida e vida em abundância. O prazer do Senhor é o nosso bem estar. Ele tem prazer na prosperidade do justo. Mas as vezes a religião quer colocar em nossas cabeças que nós temos que aceitar isso, aceitar aquilo, continuar assim, continuar encurvado. a religião quer nos ver encurvado, mas o Senhor quer nos libertar...."Se pois o filho vos libertar verdadeiramente sereis livres" (João 8.36).

 Não era da vontade de Deus que aquela mulher andasse encurvada, mas a religião foi até contra a Jesus porque fez a cura da mulher no sábado. Para aquele pastor religioso, era melhor ver a mulher aprisionada por satanás do que se alegrar com a cura que ela recebera por Jesus em um sábado.
É muito triste vê um líder buscar apenas o seu próprio interesse e colocar impedimento na vida de uma pessoa para que a mesma  não seja  abençoada. Certamente aquele dirigente socorreria seu animal caso viesse a cair em um buraco pois sabia que se deixasse para socorrer no outro dia, morreria; mas aquela mulher poderia passar mais 18 anos encurvada o que não poderia era ela ser curada no dia de sábado. A hipocrisia  querendo ter força sobre a graça de Deus.
 "Porque Deus amou o mundo de tal maneira, que deu o Seu Filho unigênito para que todo aquele que nEle crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3.16).  Veja a grandeza de Jesus! Ele veio para salvar o homem que estava perdido.

 Conclusão: Há quanto tempo você está encurvando e oprimido diante desta situação? Um mês? Um ano? 18 anos? Deus não quer ver você nesta situação, envergonhado, cabisbaixo, infeliz. Reaja, não aceite, tenha força pra reagir, decida que não quer viver encurvado em nenhuma situação. Diga chega! Esta situação está amarrada em nome de Jesus.  Use a autoridade que Jesus te deu.

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Não desvie o seu olhar do Senhor


Ora, Acabe contou a Jezabel tudo o que Elias tinha feito e como havia matado todos aqueles profetas à espada. Por isso Jezabel mandou um mensageiro a Elias para dizer-lhe: "Que os deuses me castiguem com todo o rigor, caso amanhã nesta hora eu não faça com a sua vida o que você fez com a deles".
Elias teve medo e fugiu para salvar a vida. (1 Reis 19:1-3)

Elias, um profeta muito usado por Deus no tempo do rei Acabe, usado de forma sobrenatural em milagres, e usado também para anunciar o julgamento sobre a nação de Israel por sua adoração ao deus Baal. Depois de ter matado 850 profetas (450 de Baal e 400 de Aserá - [1 Rs 18.19]), o profeta Elias parece ter se esquecido do tamanho do poder de Deus, e se escondeu com medo das ameaças apenas de uma mulher (rainha Jezabel, esposa do rei Acabe).
Enquanto Elias olhou para Deus e colocou sua fé em Deus, ele foi um ungido ousado e temido, mas quando desviou o olhar para o problema e colocou o problema maior do que o poder de Deus, teve medo e se escondeu em uma caverna.



Jesus disse: Vem! E Pedro descendo do barco, andou sobre as águas para ir ter com Jesus. Mas quando começou a reparar no vento e no movimento das águas, ficou com medo e começou a afundar. Imediatamente ele gritou: “Senhor, salva-me!”. (Mt 14.29-30)

É assim; quando estamos com o nosso olhos voltados para o Senhor, nos sentimos seguros em Seus braços e no Seu poder, ficamos confiantes, avançamos, os problemas viram nada diante do Poder de Deus, porém quando desviamos o olhar para os problemas, as lutas, as doenças, as tribulações, as decepções, as traições, o desemprego, então temos medo, nos escondemos e começamos a afundar.


Não permita que nada venha abalar a sua fé. Permaneça com o olhar em Jesus. Pedro só começou a afundar quando desviou seu olhar dos olhos de Jesus para olhar para as circunstâncias, as grandes ondas...os problemas.
Talvez você hoje esteja enfrentando problemas tão grandes que parecem que vão te sufocar, te afundar ou, amedrontado, você se esconda em uma caverna; mas pense um pouco: De quantas coisas o Senhor já te livrou? Em quantos problemas o Senhor já te deu a vitória?

Deus não quer ver você escondido e nem se afogando, portanto veja em Jesus o seu Porto Seguro, a sua proteção, a sua saída. Ele te diz nesta hora: 
“Filho, Confia em Mim, Eu estou na direção de tudo!”

sábado, 16 de janeiro de 2016

O Oleiro e o Vaso


Jeremias 18:1-10

A situação de Israel estava crítica perante o Senhor, pois eram recorrentes em sempre fazer o que desagradava ao Senhor. Mas, o Senhor não tem prazer na morte do ímpio, então o Senhor sempre levantava um profeta para profetizar sobre a nação de Israel. Deus chamou o profeta Isaias para repreender a nação de  uma forma que o profeta se sentiu constrangido; o profeta deveria tirar a roupa de saco e as sandálias dos pés e andar nu e descalço por 3 anos pregando a palavra de advertência contra o Egito, a Etiópia e para servir de advertência a Israel. (Is 20.2-4) ... Contudo, Senhor, tu és o nosso Pai. Nós somos o barro; tu és o oleiro. Todos nós somos obra das tuas mãos. Não te ires demais, ó Senhor! Não te lembres constantemente das nossas maldades. Olha para nós! Somos o teu povo!  (Isaías 64:8-9)
O Senhor também levou o profeta Ezequiel a um vale de ossos secos e mostrou a ele a condição que se encontrava o povo de Israel (Ez 37). O povo estava como ossos secos, sem vida, sem esperança, sem a presença de Deus. O Senhor mandou o profeta profetizar sobre a nação morta no pecado, na desobediência, a nação foi restaurada mas voltou a fazer o que desagradava a Deus.
O Senhor manda então, o profeta Jeremias descer à olaria. Jeremias não entendia nada de olaria, não entendia nada de fabricação de vasos, mas ele precisava mesmo sem entender, descer à olaria para ouvir a voz de Deus. E Assim aconteceu.

Quando Jeremias chegou à casa do oleiro, o oleiro já estava lá, trabalhando. moldando, reconstruindo.. . Não importa como você chegou aqui hoje. Talvez você já desceu varias vezes na olaria; não perde um culto, mas hoje você está se sentindo como que quebrado, moído, despedaçado, desempregado, passando por uma opressão financeira, problemas na familia, no casamento, você se sente impotente, parece que tudo ao seu redor quer te sufocar, mas o Oleiro de nossas vidas, Aquele que nos criou, pode reconstruir, restaurar e transformar a sua situação. Na olaria Deus quer falar com você. A olaria é a casa de Deus, o oleiro é o próprio Deus. Foi Deus que nos criou e  nos moldou no barro. Nós somos o barro e Deus é o oleiro. "E formou o SENHOR Deus o homem do pó da terra (barro), e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente". (Gênesis 2:7). Foi Ele quem nos fez. Ele nos conhece e sabe do que precisamos.

Jeremias observava o oleiro trabalhando e em um dado momento um vaso se quebrou nas mãos do oleiro; não foi o oleiro que quebrou o vaso. foi o vaso que se quebrou em suas mãos. Não foi outra pessoa que fez o vaso se quebrar. O vaso estava na olaria; o vaso estava nas mãos do oleiro, mas mesmo assim ele se quebrou. Precisamos ter muita vigilância, cuidar da nossa vida espiritual, pois mesmo estando na casa do oleiro, podemos nos quebrar. O cristão se quebra quando não vigia, quando se envolve em fofoca, quando se torna um murmurador, quando sai propósitos de Deus. Quando o vaso se quebra ele quer transferir a culpa para outro, foi assim no Éden. Adão culpou Eva e Eva culpou a serpente. Ninguém gosta de assumir  seus próprios erros e querem jogar sempre a culpa de seus atos para os outros; é assim nos dias de hoje:
"Eu quebrei por causa de fulano", "eu quebrei por causa de beltrano", "eu quebrei por causa de cicrano", não assume os erros sendo que a Bíblia diz que quem se quebra é o próprio vaso; ele se quebra quando perde o temor, quando deixa de obedecer a Deus, quando deixa de vigiar; muitas das vezes até ora mas não vigia, não tem atitude de cristão. O vaso quebrado não percebe que está quebrado até não ter mais forças de ir à olaria, não ter mais prazer de ir à casa de Deus.  O vaso quebrado pode usar saia longa, o vaso quebrado pode usar terno e gravata, manter uma aparência de cristão, mas é Deus que vê o interior de cada um de nós; é Ele quem sonda. Eu não posso esconder  de Deus aquilo que está trincado em mim. Você não pode esconder de Deus aquilo que está trincado em você; podemos até viver de aparências mas Deus sonda cada um de nós.

"Mas o vaso de barro que ele estava formando se estragou-se em suas mãos; e ele o refez, moldando outro vaso de acordo com a sua vontade". (Jeremias 18:4)

O oleiro refez o caso; ele não descartou, pacientemente ele fez um vaso novo conforme sua vontade. 
O pecado nos estraga, danifica, corrompe... mas Deus não descarta nenhum de nós na lixeira... ao contrário, faz como o oleiro que amassa e pressiona, estica e comprime o barro...Deus não desiste de nós... Ele nos dá uma segunda chance e nos oferece a oportunidade de recomeçar uma nova caminhada. Deus faz do vaso partido um novo vaso... é um processo muitas das vezes dói, pois neste processo você tem que deixar muitas coisas que agrada a sua carne, renunciar a tudo aquilo que desagrada o "Oleiro". O Oleiro vai trabalhar no seu coração, com a água que simboliza o Espírito Santo, Ele amolece o barro, e  amassa, e vai moldando e por fim leva ao fogo. É necessário confiar n’Aquele que nos molda, mesmo quando a firmeza de Suas mãos parecer pesar fortemente sobre nós.

Então, o Senhor perguntou a Jeremias: "Ó comunidade de Israel, será que não posso eu agir com vocês como fez o oleiro? ", pergunta o Senhor. "Como barro nas mãos do oleiro, assim são vocês nas minhas mãos, ó comunidade de Israel. (Jeremias 18:6)


Deus usou o exemplo do oleiro restaurando o vaso de barro que havia se quebrado, porque desta forma Jeremias compreenderia de forma humana o que o Oleiro Criador queria dizer. Foi uma forma do Senhor falar para Jeremias e para todos nós, que nenhum problema ou dificuldade é grande demais para que Ele não possa vencer por nós, basta sermos barro nas em suas mãos, maleáveis à sua voz, sujeitos à Sua vontade, pois Ele nos molda com amor e quer fazer  de seus filhos, vaso para ser cheio e usado para sua glória. 

sábado, 2 de janeiro de 2016

QUERO CONHECER MAIS A DEUS


“Ouvi a palavra do SENHOR, vós, filhos de Israel, porque o SENHOR tem uma contenda com os habitantes da terra, porque nela não há verdade, nem amor, nem conhecimento de Deus. O que só prevalece é perjurar (quebra de juramento, maldições), mentir, matar, furtar e adulterar, e há arrombamentos e homicídios sobre homicídios. Por isso, a terra está de luto, e todo o que mora nela desfalece, com os animais do campo e com as aves do céu; e até os peixes do mar estão morrendo”
(Oséias 4.1-3).

Este é o quadro, a real situação nos dias de hoje. Quando você pega um jornal para ler ou liga a TV, o que você vê em destaque é: Muita mentirada, falta de amor ao próximo, falta de conhecimento de Deus, violência, homicídios, roubos, etc. A terra está de luto, o cálice da ira de Deus está no limite e perto de ser derramado; as pessoas se distanciando de Deus cada vez mais. Quantos não tem suportado as lutas? Quantos tem desfalecido e parado na caminhada? Quantos tem se desviado dos caminhos do Senhor?
Nós que chegamos até aqui não devemos olhar para as tempestades da vida, pois a vitória é para quem não desiste, ela é pra quem persevera, para quem crer que mesmo sem um sinal temos a confiança que Deus está agindo. As lutas nos impulsionam a desistir, mas temos que fortalecer o nosso espírito em Deus. Não desistir quando muitos desistiram, não fraquejar, quando muitos fracassaram; mesmo diante de tanta calamidade, mesmo diante de tantos acontecimentos, não se curve, não desista!
O apóstolo Paulo em carta aos Romanos, disse:
"Sabemos que toda a natureza criada geme até agora, como em dores de parto". (Romanos 8:22)

Não foi fácil no passado, não está sendo fácil nos dias de hoje, mas a nossa vitória está em firmamos em Deus. A maior vitória de uma pessoa é decidir buscar conhecer a Deus; andar com Ele, se aprofundar nEle, se aproximar do Senhor pois Ele é a nossa única segurança.

O profeta Oséias instruiu ainda:
"Conheçamos o Senhor; esforcemo-nos por conhecê-lo. Tão certo como nasce o sol, ele aparecerá; virá para nós como as chuvas de inverno, como as chuvas de primavera que regam a terra." (Oséias 6:3), pois, o Senhor diz: "O meu povo foi destruído por falta de conhecimento".(Os 4.6)
Ei, busque conhecer o Senhor de uma forma revelada; não viva na sombra de outro, faça a sua própria história com Deus. Deus não é só Deus na vida do outro, Ele é Deus na sua vida também, Ele tem milagres e bênçãos para você também.

Todas estas tragédias que acontecem no mundo, acontecem porque as pessoas ou abandonaram ou não procuraram conhecer a Deus no profundo. O coração destas pessoas estão endurecidos. Muitos pedem paz, mas não mudam o coração. Quando se muda o coração a mudança é percebida no exterior; mas o que vemos são pessoas e mais pessoas caminhando para o abismo, por falta de conhecerem a Deus.
Olha o que o apóstolo Paulo escreveu aos Filipenses : "QUERO CONHECER A CRISTO" (Fl 3.10)

Tenha esta vontade em seu coração. Fale do amor de Cristo para o seu próximo; faça a diferença! Não seja mais um na multidão; seja luz na vida das pessoas.

"Meu povo foi destruído por falta de conhecimento. "Uma vez que vocês rejeitaram o conhecimento, eu também os rejeito como meus sacerdotes; uma vez que vocês ignoraram a lei do seu Deus, eu também

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Amem os Seus Inimigos e Orem por Aqueles que os Perseguem


"Vocês ouviram o que foi dito: ‘Ame o seu próximo e odeie o seu inimigo’. Mas eu lhes digo: Amem os seus inimigos e orem por aqueles que os perseguem, para que vocês venham a ser filhos de seu Pai que está nos céus. Porque ele faz raiar o seu sol sobre maus e bons e derrama chuva sobre justos e injustos. Se vocês amarem aqueles que os amam, que recompensa receberão? Até os publicanos fazem isso! E se vocês saudarem apenas os seus irmãos, o que estarão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso! Portanto, sejam perfeitos como perfeito é o Pai celestial de vocês".
Texto: Mateus 5:43-48

A Bíblia diz "Acima de tudo, guarde o seu coração, pois dele depende toda a sua vida". (Provérbios 4:23)
Eu não conheço o seu coração. Conhecer o seu coração não é tarefa minha e eu nem posso fazer isso. Esta tarefa é somente do Senhor que sonda o nosso interior. Deus quer te abençoar. O Senhor não quer que você tenha no coração sentimentos que venham causar danos à sua vida espiritual. Ele tem insistido com você. Deus tem falado muito com a igreja a respeito do perdão e do arrependimento. O perdão é um presente de Deus para nossas vidas e precisa ser estendido de pessoa à pessoa. O arrependimento é para que haja salvação e transformação no caráter. Se não há uma transformação verdadeira, não há mudança no caráter.

“Mas eu digo a vocês que estão me ouvindo: Amem os seus inimigos, façam o bem aos que os odeiam, abençoem os que os amaldiçoam, orem por aqueles que os maltratam.” (Lucas 6:27)

Não é fácil cumprir este mandamento, mas Jesus não te deu nenhuma ordem que fosse impossível de ser cumprida. O mundo manda você amar a quem te ama e odiar o seu inimigo? Jesus vai muito além; Ele manda você  Amar os seus inimigos e orar por aqueles que os perseguem. 
Eu quero que meu inimigo se dane!  Humanamente falando, é natural se pensar assim, mas não é esse o pensamento que o Senhor espera de nós. Muitos cristãos não conseguem ser libertos porque ainda pensam desta maneira. O coração está cheio de mágoas e iras que se transformam em erva daninha que destrói a vida espiritual. No seu interior habita uma amargura que as sufoca. Pensam em vingança, desejam o mal, amaldiçoam as pessoas, alimentam um sentimento ruim que aumenta  até virar ódio. Só conseguem ver o lado ruim da pessoa, ignoram, falam mal, pois não conseguem aceitar aquilo que fizeram. Essa atitude é comum em todos nós. O ódio é sentimento demoníaco, um câncer espiritual que mata a alma da pessoa a cada dia. É um sentimento que tira a paz, a alegria, o brilho do olhar, debilita, pesa o semblante, causa um esfriamento espiritual e faz nascer no coração o desejo de ver o inimigo (que às vezes é um irmão da igreja, ou um parente), se dar mal e etc. 

Quantas pessoas deixaram de fazer a obra do Senhor porque foram ofendidas, injustiçadas, caluniadas, decepcionadas, traídas e machucadas por alguém! Talvez você que foi machucado esteja se perguntando: Como vou poder amar alguém que só me fez chorar, sofrer, desejou ver minha queda e quis me ver mergulhado no fundo do poço? Aí você ouve a notícia que um assaltante além de assaltar ainda tirou a vida de alguém; a prostituta que virou a cabeça do esposo e ainda destruiu uma família; o pai que estuprou a filha; o padrasto que espancou o enteado até a morte; como posso amar um próximo desse? Como amar a quem não me ama? Você só vai conseguir através da graça salvadora do Senhor Jesus Cristo. É só através da Graça de Jesus que podemos perdoar e amar alguém. 
Mesmo que você esteja abalado e abatido com tudo o que aconteceu, se você resistir a tudo isso e alimentar um outro espírito, você vai se sentir muito melhor, vai ser liberto e muito abençoado. 
Seu inimigo merece ser amado? Não. É por isso que o amor ao inimigo é um dos maiores desafios para o Cristão. Perdoar e amar o inimigo são virtudes difíceis  de serem praticadas, mas está escrito que devemos obedecê-la. 

O amor é mais que um sentimento; é atitude! Liberar amor e perdão para o inimigo é difícil mas é a vontade de Deus. Ninguém fez mais contra Deus do que aqueles que crucificaram seu Filho Jesus. Nenhum inimigo fez comigo e com você o que fizeram com Jesus que mesmo ali na cruz, sangrando, passando por humilhações, escárnios, Ele olhou para o Pai e sabe qual foi o Seu pedido? “Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que fazem” (Lucas 23:34). Jesus viu que aqueles que o condenavam não sabiam o que estavam fazendo espiritualmente e foi misericordioso com eles pedindo perdão por eles.
Você merece ser amado e perdoado por Deus? Eu mereço ser amada e perdoada por Deus? NÃO, nós não merecemos, mas Deus nos perdoou e continua nos perdoando mesmo estando nós sempre pecando. Deus nos amou e continua nos amando mesmo com nossas falhas.
Há pessoas que já nos causaram tanta dor, sofrimento, perdas e ainda por cima são pedras de tropeço para o nosso crescimento espiritual, mas a nossa luta não é contra sangue e carne, e Jesus nos manda amá-las e orar por elas, estender as mãos e ajudá-las: "Dê a quem lhe pede, e não volte as costas àquele que deseja pedir-lhe algo emprestado". (Mateus 5:42). Jesus continuou: E se vocês saudarem apenas os seus irmãos, o que estarão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso! 

Se você saudar apenas aos irmãos que você ama, o que você está fazendo de mais? Isso é normal, até os publicanos, (corruptos), ímpios, (gentios, pagãos) fazem isso. É muito fácil você amar e abençoar só quem te faz o bem, quem te apóia, mas Jesus está mandando você amar também aquele que te fez mal e que te persegue, e agora? O que você vai fazer? Você pode até está pensando: " Ah Jesus, isso é demais para mim! Além de tudo que fulano, beltrano ou sicrano fez contra mim, eu ainda tenho que perdoar, amar, orar e abençoar esta pessoa?"  SIM. Está é a ordem do Senhor, e se você obedecer, é você quem vai ser abençoado. Não permita que este sentimento destrua sua vida espiritual e impeça você de ser abençoado. Você não precisa conviver com quem quer o seu mal, mas você precisa orar, amar e abençoar esta pessoa para que você também venha ser liberto e abençoado. É uma tarefa fácil? Não, mas é uma ordem divina que precisa ser obedecida. 
Jesus disse que a nossa justiça tem que exceder a dos fariseus....
"Pois eu lhes digo que se a justiça de vocês não for muito superior à dos fariseus e mestres da lei, de modo nenhum entrarão no Reino dos céus". (Mateus 5:20)

CONCLUSÃO: O diabo e sua carne mandam você odiar, mas o Espírito manda que você ore, ame e abençoe esta pessoa. Qual vai ser a sua atitude? Resistir ao diabo e aos desejos da carne e morrer espiritualmente; Ou se alimentar das palavras de Jesus e ser livre e abençoada? A escolha é sua. Seja livre em nome de Jesus! 


Seja Bem Vindo!

Seja bem vindo!
É um prazer ter você em meu blog. faça o seu comentário, deixe a sua mensagem.