terça-feira, 28 de março de 2017

O Cinto de Linho Apodrecido



Texto:  Jeremias 13.1-11

“Assim me disse o SENHOR: Vai, e compra um cinto de linho e põe-no sobre os teus lombos, mas não o coloques na água. E comprei o cinto, conforme a palavra do SENHOR, e o pus sobre os meus lombos. Então me veio a palavra do SENHOR pela segunda vez, dizendo: Toma o cinto que compraste, e que trazes sobre os teus lombos, e levanta-te; vai ao Eufrates, e esconde-o ali na fenda de uma rocha. E fui, e escondi-o junto ao Eufrates, como o SENHOR me havia ordenado. Sucedeu, ao final de muitos dias, que me disse o SENHOR: Levanta-te, vai ao Eufrates, e toma dali o cinto que te ordenei que o escondesses ali. E fui ao Eufrates, e cavei, e tomei o cinto do lugar onde o havia escondido; e eis que o cinto tinha apodrecido, e para nada prestava. Então veio a mim a palavra do SENHOR, dizendo: Assim diz o SENHOR: Do mesmo modo farei apodrecer a soberba de Judá, e a muita soberba de Jerusalém. Este povo maligno, que recusa ouvir as minhas palavras, que caminha segundo a dureza do seu coração, e anda após deuses alheios, para servi-los, e inclinar-se diante deles, será tal como este cinto, que para nada presta. Porque, como o cinto está pegado aos lombos do homem, assim eu liguei a mim toda a casa de Israel, e toda a casa de Judá, diz o SENHOR, para me serem por povo, e por nome, e por louvor, e por glória; mas não deram ouvidos”.

Durante o reinado do rei Jeoaquim o povo muito se corrompeu  passando a viver longe da presença do Senhor. A Bíblia diz que o orgulho de Judá se elevou e o orgulho de  Jerusalém ficou desmedido, muito grande. A soberba deles cresceu tanto que esqueceram do Senhor. Então, o Senhor chama o profeta Jeremias e dá a seguinte instrução: Vá comprar um cinto de linho e passe a usá-lo em volta da cintura, mas não o deixe molhar. Assim Jeremias fez. Era um cinto perfeito e todos viram ele usando.  Em seguida, Deus aparece a Jeremias e ordena que ele vá até o Eufrates e esconda o cinco na fenda de    uma rocha. A distância que Jeremias iria percorrer de Anatote até o Eufrates era muito longa, cerca de 400 km, mas o profeta não questionou nada. Ele colocou o cinto de linho branco sobre os lombos e viajou por muitos dias. Durante os dias de viagem, o cinto ficou sujo e empoeirado, e ao chegar ao Eufrates, ele enterrou o cinto na fenda da rocha, da forma que o Senhor tinha ordenado. Depois de tudo isso, o profeta voltou para casa.
Passado muitos dias, o Senhor chamou o profeta e mandou que ele voltasse até o Eufrates e desenterrasse o cinto. Assim ele fez, mas verificou que o cinto havia apodrecido e para nada mais prestava. Por meio do cinco de linho, Deus apresentou uma analogia para o seu povo. O cinco de linho deteriorado representa o povo de Israel que, no passado, servia a Deus e o adorava, mas que, agora, se tornou inútil por causa da desobediência.

Este povo maligno, que recusa ouvir as minhas palavras, que caminha segundo o propósito do seu coração, e anda após deuses alheios, para servi-los, e inclinar-se diante deles, será tal como este cinto, que para nada presta”. (v10)

O povo que o Senhor separou e honrou, o povo que o Senhor dera tantas vitórias e terras, havia se tornado arrogante e soberbo. Deixaram a soberba dominarem de tal forma que foram se afastando do Deus verdadeiro e passaram a cultuar deuses estranhos.

Daí veio o recado divino: “Desta maneira farei apodrecer a soberba de Judá e a muita soberba de Jerusalém”.  A advertência que Deus havia dado naquela época, é também válida para cada um de nós nos dias de hoje.  Muitos um dia foram úteis para Deus. O nome do Senhor era glorificado na vida deles, eles adoravam o Senhor, através da conduta o nome do Senhor era glorificado, a pessoa realmente reverenciava Deus e dava glórias. Mas, Judá e Jerusalém tinham se tornado uma nação soberba, de dura cerviz, já não era mais útil para Deus.
O ensinamento que recebemos do Senhor é que para sermos úteis, precisamos considerar o propósito para o qual fomos chamados. Enquanto o cinto estava sendo usado da forma correta, ou seja, em volta da cintura, ele manteve a sua durabilidade. O linho tem esta característica: durabilidade; mas quando saiu do corpo, deixou de cumprir o propósito para o qual ele foi estabelecido. Ao deixar de exercer o seu papel, foi colocado longe do corpo e enterrado, por isso ele apodreceu e se tornou totalmente inútil. Para nós o ensinamento é ser útil ou inútil de acordo em fazer ou deixar de fazer aquilo para o qual fomos feitos pra fazer. O Senhor Jesus fala a respeito disso quando Ele fala a respeito dos talentos, quando Ele fala a respeito do servo inútil, do sal que perde completamente o seu saber e aí não serve mais pra nada a não ser,  ser pisado e para mais nada presta. Quando deixamos de exercer a nossa função nós nos tornamos inútil e apodrecemos. 

O mundo deste século caminha com os mesmos erros. Deus o honrou e ao invés da pessoa glorificar o nome de  Deus, se elevou a soberba , o orgulho. Deus fala aqui com Jeremias e usa um objeto conhecido por todos: um cinto.

No capítulo 2:13 de Jeremias,  vemos Deus se queixando do povo de Israel: “O meu povo cometeu dois crimes: eles me abandonaram, a mim, a fonte de água viva; e cavaram as suas próprias cisternas, cisternas rachadas que não retém água”.  

A queixa do Senhor naquela época, é a mesmo nos dias de hoje: Ele separou um povo, honrou, deu vitórias mas depois de tudo isso, ficaram orgulhosos, soberbos, não ouvem mais a voz de Deus, levantaram altares e em seu coração e sem se dar conta, passaram a cultuar outros deuses. Então tem pessoas que estão na soberba, no orgulho, na dureza, coração endurecido porque não ouve mais a Deus. Um dia vão acordar e perceber que não tem mais nenhuma utilidade para o Senhor; que um dia foram honrados e úteis para Deus, mas se tornaram orgulhosos, abandonaram o Senhor e apodreceram na fé se tornando inúteis como aquele cinto estragado. Infelizmente muitos cristãos estão com suas vidas espirituais decadentes e são como "cintos apodrecidos"; que andam segundo o próprio entendimento; são egoístas, arrogantes, vazios, murmuradores e inúteis como o cinto de linho enterrado bem longe, bem afastado do corpo do profeta, que apodreceu e para mais nada prestava.

Conclusão:
Todos nós fomos feitos para honrar e glorificar o Senhor! Este desejo de Deus não mudou, Ele quer que estejamos ligados  nEle como o cinto é ligado ao lombo de quem o comprou. O apostolo Paulo fala em Ef 6:14. Que devemos nos cingir com o cinto da verdade ou seja, devemos nos edificar na Palavra de Deus e confiar em Suas promessas. Devemos confiar naquilo que Deus falou. Judá e Jerusalém esfriaram na fé e passaram a cultuar deuses estranhos  que tem olhos mas não vê, tem mãos mas não apalpam, tem pés mas não andam, ao contrário, precisam ser carregados por quem o criou ou por outras pessoas. Quando nos afastamos do coração do Pai, correremos o risco de ter uma vida semelhante à do cinto de linho: distante, podre e sem nenhuma utilidade.  
- Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer. Jo 15:5



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário

Seja Bem Vindo!

Seja bem vindo!
É um prazer ter você em meu blog. faça o seu comentário, deixe a sua mensagem.