quarta-feira, 30 de julho de 2014

Hagar, Uma Escrava Aprovada, Porém Rejeitada e Lançada no Deserto


Minha Família no Altar de Deus
(Gênesis 16.1-15 e 21. 1-20)
Hagar foi um dos presentes que Abraão ganhou quando esteve morando no Egito devido a uma forte seca e fome que estava assolando Canaã.
Deus havia feito uma promessa a Abraão que ele seria pai de multidões (Gn 12.1-4) e Sarai até então estéril e com uma idade avançada, achou que a promessa de Deus na vida de Abraão estava se tornando com o passar dos anos, cada vez mais impossível, resolveu dar uma "ajudinha" a Deus, tomando atitudes e decisões  em seu próprio entendimento.  Sabemos que a vida é feita de escolhas e decisões e as nossas escolhas nos dirão se seremos vitoriosos ou fracassados. Mas o que acontece quando somos  atingidos pelas decisões e escolhas feitas por outras pessoas?
Hagar era egípicia, estava fora de sua gente, de seu país, de sua família; era uma estrangeira, escrava e como escrava ela tinha que obedecer a sua senhora. Ela não podia dizer não a Sarai. A decisão tomada por Sarai para que Abraão deitasse com a escrava Hagar para que esta gerasse um filho para sua senhora, foi obedecida, ela não tinha escolha quanto a isso, só obedecer. Naquele tempo tinha uma lei que quando uma mulher não podia gerar filhos, ela dava sua serva para deitar com seu marido e quando chegava o dia do parto, ela ficava despida ao lado da mulher que ia dar a luz e quando a criança nascia, era colocada em cima da barriga da estéril, então ela recebia a criança legalmente como filho. A exemplo disso, vemos no livro de Rute 4.16-17 que Noemi não tinha filhos, mas quando Rute se casou com Boaz e chegou o dia de ter o seu filho, quando este nascera, Noemi tomou em seu colo e a partir daí passou a cuidar daquela criança como se fosse o seu próprio filho.
Quando Deus nos promete algo, há um tempo determinado para se cumprir esta promessa. Não temos que dar uma "ajudinha" a Deus. Deus não precisa da nossa ajuda. Quando pensamos que estamos ajudando a Deus, na realidade estamos atrapalhando o agir do Senhor. O que precisamos fazer diante das promessas divinas, é confiar e descansar no Senhor. Deixe Deus ser Deus.
Quando Hagar engravidou de Abraão, a escrava teve de início uma atitude que não agradou a Sarai; ela passou a olhar para Sarai com desprezo. Sarai levou isso ao conhecimento de Abraão e esse deu-lhe carta branca para agir. ele lhe disse: "Faça com ela o que achar melhor" (v6). A Bíblia conta que Sarai maltratou Hagar. Hagar sofreu tanta humilhação, pressão e afrontas que não suportando mais aquela situação resolveu fugir para o deserto. O deserto é um lugar  árido, seco, sem água, sem nuvens, sem chuva, sem folhas, sem flores, sem flora, sem fauna, raros arbustos. Estar no deserto é estar no centro do nada; de dia é um calor intenso e à noite o frio é de doer. Imagine Hagar grávida e sozinha naquele lugar! Ela corria risco de vida, estava exposta aos perigos do deserto; sem ninguém ao seu lado. Ela estava ali, sofrendo por causa de uma escolha feita por outra pessoa. Mas o Anjo do Senhor a encontrou (v7). Se o Anjo do Senhor a encontrou, é porque Ele a estava procurando..
Talvez você esteja se sentindo assim como Hagar: sozinho, angustiado, desamparado, desesperado, ferido, sem direito a nada e com uma vontade muito grande de sumir; saiba que você pode até fugir dos problemas, fugir dos gigantes, fugir de Sarai, fugir das pessoas que tem se levantado contra sua vida, mas você não pode fugir de Deus. O Senhor está te procurando e assim como Ele cuidou de Hagar, vai cuidar de você também. O Senhor está a sua procura. Ele quer te ajudar, Ele quer te socorrer! Ele quer te dizer: "Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça" .(Isaías 41:10).
O Anjo dá uma ordem a Hagar: “Volta pra sua senhora e humilhe-se!” 
Hagar obedeceu ao Anjo, voltou, pediu perdão a sua senhora e um tempo depois nasce seu filho Ismael. Quatorze anos depois, o Senhor cumpre a promessa na vida de Sara e ela também gera um filho que ao nascer lhe dá o nome de Isaque. (21). Quando Isaque foi desmamado, Sara decidiu que Abraão deveria despedir Hagar e Ismael. Foi uma situação muito dolorosa para Abraão, mas depois de ouvir o Senhor falar com ele fazendo uma promessa para Ismael, Abraão mesmo amando Ismael despede-o juntamente com sua mãe Hagar.
Abraão dá a Hagar pães e um odre com água, suprimentos que não demoraria muito para acabar. O que seria depois? Como Hagar ia conseguir viver com o menino naquele deserto? Certamente morreriam. Hagar foi para o deserto com seu filho. Quando as provisões acabaram, Hagar colocou seu filho debaixo de uma árvore, afastou-se dele, porque não queria ver seu filho morrer de fome e sede, e distante dele começou a chorar.  Ismael também chorou, e Deus ouviu o choro do menino (21.17).
Quando tudo parece estar perdido, Deus tem uma solução. Ele está no controle de toda e qualquer situação. Não importa o lugar que você está clamando, não importa o lugar de onde você está chorando, em casa, na rua, no trabalho, no deserto; Deus te ouve e vem em teu socorro. Deus ouviu o choro do menino e o anjo de Deus, DO CÉU, chamou HaGHagar
 Hagar e lhe disse: “O que a aflige, Hagar? Não tenha medo; Deus ouviu o menino chorar, LÁ ONDE VOCÊ O DEIXOU. Ismael era a família de Hagar e a nossa família não deve ser deixada em baixo de nenhuma árvore. Não podemos desistir de nossa família. Não desista do seu filho que está fora dos caminhos do Senhor e que talvez esteja nas drogas! Não desista do seu esposo que talvez esteja na bebida! Não despreze seu filho, sua filha, seu esposo, sua esposa. Lute, persevere e tenha em mente que o único lugar que você deve colocar sua família, é NO ALTAR DE DEUS... MINHA FAMÍLIA NO ALTAR DE DEUS!.
 “Ergue-te, levanta o menino e pega-lhe pela mão, porque dele farei uma grande nação. E abriu-lhe Deus os olhos, e viu um poço de água; e foi encher o odre de água, e deu de beber ao menino. E era Deus com o menino, que cresceu; e habitou no deserto, e foi flecheiro. E habitou no deserto de Parã; e sua mãe tomou-lhe mulher da terra do Egito”. (Gênesis 21:18-21)
Hagar não estava vendo que havia uma fonte ali perto. A Palavra não diz que Deus abriu uma fonte, ela diz que Deus abriu os olhos de Hagar. A escolha de Sara mudou a vida e a história de Hagar para sempre! Ismael é o pai da grande nação do povo árabe, um povo guerreiro, forte, lutador. Deus cumpriu a sua grande promessa na vida da escrava e do seu filho Ismael


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário

Seja Bem Vindo!

Seja bem vindo!
É um prazer ter você em meu blog. faça o seu comentário, deixe a sua mensagem.