domingo, 4 de agosto de 2013

Ainda que só sobre um pedaço de toco do TEREBINTO e do CARVALHO, ele tornar-se-á uma Santa Semente!




Isaías 6:13 "E ainda que um décimo fique no país,esses também serão destruídos.Mas, assim como o terebinto e o carvalho deixam o tronco quando são derrubados,assim a santa semente será o seu tronco”.

Este texto nos leva a fazer uma referência a Israel como a nação santa que se afastou de Deus nos seus momentos de dificuldades e desertos por que passou. Muitos foram cortados, feridos, rejeitados, e, por não suportarem as aflições, afastaram-se de Deus, sendo, por isso, destruídos.
Isaias foi o profeta messiânico, diferente de outros homens em sua conduta – por andar pelas praças de Israel pregando seminu e por profetizar situações difíceis de serem acreditadas, como a que ele disse que uma virgem iria conceber. (como uma virgem poderia conceber?) Por causa dessas e outras, o povo não dava crédito as palavras do profeta. Ninguém acreditava nas profecias dele e por isso ele morreu desacreditado. Ninguém ali viu nada das profecias de Isaias se cumprirem, pois as profecias eram pros tempos vindouros, para quase mil anos depois. Isaias era um observador da natureza e usava exemplos dela para trazer conhecimentos para o dia a dia. Mas, esse versículo nos ensina algumas verdades fundamentais em nossa vida, a respeito dos momentos que passamos como filhos de Deus como povo e nação santa. 

Vamos falar um pouco sobre o terebinto (azinheira) e o carvalho, as duas árvores descritas em Isaías 6.13.


1. COMO O TEREBINTO

O terebinto (azinheira) é uma árvore que chega a medir 10 m de altura, nasce nas florestas do Jordão, em Israel, tem madeira extremamente resistente, sendo a última a apodrecer. É largamente usada para fazer objetos de extrema resistência, como a roda de carroças e também usada para manter o fogo por mais tempo aceso, como fonte de combustão doméstica. Esta árvore tem ainda nos seus frutos poder desinfetante, poder de cura, quase que antibiótico. Ela exala um perfume característico, mas para experimentar desse aroma agradável, é necessário que uma parte do seu tronco ou dos galhos seja ferida ou podada. Quanto mais essa árvore é atingida, mais forte é o aroma expelido ao ponto de se propagar por quilômetros de distância. O que mais chama a atenção no terebinto é exatamente isso: para se experimentar da sua melhor essência, é necessário que a sua casca seja arrancada, o seu tronco ferido, ou os seus galhos podados, se não assar por estes processos ele será confundido com uma árvore comum correndo o risco de ser usada como lenha, por não servir para nenhuma outra finalidade. Outra característica do Terebinto é que mesmo com o tronco cortado ele volta a nascer.
Assim devemos ser todos nós cristãos; mesmo que alguém nos corte e tente nos destruir, não podemos deixar de lutar, de tentar, de sonhar e de realizar algo só porque alguém se levantou contra nós. Deus está ensinando ao seu povo que ele deve aprender utilizar as circunstâncias em que ocorrem dores, mágoas, perdas e problemas como matéria prima para produzir perfumes. Há pessoas que quando são feridas, sua reação natural é se derramarem em sentimentos de raiva, ira e amargura, e contaminam e poluem a atmosfera espiritual do ambiente em que vivem. Mas elas, na verdade, precisam descobrir que Deus pode extrair desses momentos difíceis a mais pura essência à medida que se deixarem ser submetidas ao processo da cura divina. Devemos ser como o terebinto: quanto mais formos feridos, cortados, podados e machucados, mais reagiremos com atitudes de amor, respeito e compreensão.

REFLEXÃO sobre a Ostra e a Pérola
“Uma ostra que não foi ferida não produz pérolas”…Pérolas são produtos da dor; resultados da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra, como um parasita ou um grão de areia. As pérolas são feridas curadas. Na parte interna da concha é encontrada uma substância lustrosa chamada nácar. Quando um grão de areia a penetra, as células do nácar começam a trabalhar e cobrem o grão de areia com camadas e mais camadas, para proteger o corpo indefeso da ostra. Como resultado, uma linda pérola vai se formando. Uma ostra que não foi ferida, de algum modo, não produz pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada…

2. COMO O CARVALHO

O carvalho é uma árvore muito grande e frondosa que, quanto mais podada, mais cresce e ganha vigor. Ele fica mais resistente quando está mais velho e quanto mais velho, mais deformado por causa das agressões da natureza o que passa a ser para ele um motivo de orgulho. Isaías observou que o carvalho criava raízes profundamente: para cada centímetro que cresce para cima, a raiz cresce seis vezes mais para baixo.
O carvalho é o símbolo da perseverança e do sucesso. É também conhecido por suportar ataques predatórios de lenhadores e de pessoas que não conhecem o seu real valor. Mas, apesar de todas as agressões sofridas, sempre reage com mais exuberância, ampliando o espaço da sua sombra e embelezando o ambiente onde está plantado.

Existe pessoa que quando alguém lhe fere seja com palavras ou atitudes, a vida acaba, os sonhos morrem, os anseios se tornam em frustração e o desânimo passa a ser o seu companheiro íntimo. Não reage de uma forma que o levante de sua prostração. Não transforma o infortúnio em um desafio de conquista. Não aproveita a oportunidade para desenvolver o seu potencial.

Deus nos ensina que a nossa fé deve ser como o carvalho: persistente, a despeito dos ataques e das circunstâncias adversas que enfrentamos, quando nos tentam cortar, derrubar, atrapalhar, destruir. Mas a nossa reação deverá ser crescer e nos fortalecer ainda mais tendo sempre os pés firmados em Suas promessas. O carvalho também é o símbolo de cobertura espiritual; de um ministério apostólico e profético, por ser a maior e mais expressiva árvore de uma localidade.
Isaías observou tudo isso e disse: ainda que fique a décima parte do terebinto, isso significa que ainda que ele se quebre em dez, não vai ser exterminado.
Mesmo que queiram nos ver caídos, não podemos desistir, venha o que vier...! Ninguém vai nos ver arrasados! Ninguém vai me ver sem fruto! Somos como o carvalho e o terebinto. Não vamos voltar atrás, não vamos desistir, não vamos parar, a avalanche vai passar, a vitória vai chegar.

O apóstolo Paulo lembrou quem ele era – fariseu dos fariseus, homem que vivia nos palácios, respeitadíssimo, criado aos pés de um dos maiores estudiosos da época – disse: esse não sou eu... Agora, eu trago no meu corpo as marcas de Cristo (Gálatas 6.17).

Servir a Jesus Cristo não é coisa fácil, dói, machuca, marca, deixa a tristeza, deixa angústia, mas aguente, você é carvalho!
Você precisa crer que, tudo pode estar dando errado hoje, mas Deus te fez carvalho e terebinto. Ainda que quebre e só sobre a décima parte, ninguém vai ver terebinto no chão nem carvalho acabar. Deus restaurará a sua sorte porque Ele é o único que pode restaurar o que foi destruído; ressuscitar o que havia morrido; restituir o que se havia perdido; multiplicar o pouco e fazer abundar o que não existe. Ele cria algo novo e nos ensina que não necessita de ninguém para operar os Seus milagres. Nas circunstâncias de nossa vida em que não encontramos saídas, Deus nos dá uma possibilidade. Ele faz o “toco” reviver e crescer.  “Ainda que fique a décima parte não será consumida, como o terebinto e como o carvalho”, e poderá ser restaurado novamente.

CONCLUSÃO:

Como Igreja, nós somos a santa semente nesta geração, pois, mesmo cortados, humilhados, maltratados, discriminados e, por vezes, derribados, ainda assim Deus irá usar a nossa vida para manifestar a Sua glória. As nações verão a santa semente de Deus através de nós. O perfume que exalaremos irá perfumar as casas, as ruas, as famílias e as nações de toda a terra. Os nossos inimigos nos verão sobressair diante de todos os seus ardis e contemplarão as maravilhas de Deus em nossas vidas, pois somos como o terebinto e o carvalho.

7 comentários:

  1. Amém. Palavra de Jeová.DEUS falo ao meu coração.

    ResponderExcluir
  2. Amém. Palavra de Jeová.DEUS falo ao meu coração.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom, obrigado por compartilhar essa reflexão e disponibilizar para impressão, dessa forma iremos refletir em nossa classe de estudo bíblicos deste domingo. Deus abençoe seu ministério.

    ResponderExcluir
  4. muito bom Deus a caba de.fala com estas palavras .foi para mim

    ResponderExcluir
  5. Que o senhor te abençoe sempre,lhe sempre a palavra revelada,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém.
      Que o Senhor te abençoe.
      Fique à vontade para copiar, imprimir ou compartilhar qualquer mensagem deste blog.

      Excluir

Deixe aqui o seu comentário

Seja Bem Vindo!

Seja bem vindo!
É um prazer ter você em meu blog. faça o seu comentário, deixe a sua mensagem.