terça-feira, 17 de novembro de 2015

Os Filhos Ímpios do Sacerdote Eli




1 Samuel 2.12-36 

Deus quer ensinar seu povo. Ele não quer que seus líderes venham cair. Eli foi juiz e sacerdote em Israel por quarenta anos, mas seus filhos eram ímpios e não se importava com o Senhor. Eli foi se perdendo. Nós percebemos na passagem com relação a Ana, que Eli já não tinha discernimento para julgar o povo. Entenda o texto:
Enquanto ela (Ana) continuava a orar diante do Senhor, Eli observava sua boca. Como Ana orava silenciosamente, seus lábios se mexiam mas não se ouvia sua voz. Então Eli pensou que ela estivesse embriagada e lhe disse: "Até quando você continuará embriagada? Abandone o vinho! "
Ana respondeu: "Não se trata disso, meu senhor. Sou uma mulher muito angustiada. Não bebi vinho nem bebida fermentada; eu estava derramando minha alma diante do Senhor. Não julgues tua serva uma mulher vadia; estou orando aqui até agora por causa de minha grande angústia e tristeza".
(1 Samuel 1:12-16)

Eli não tinha discernimento para julgar o povo e por falta de disciplina em sua própria casa, foi perdendo a força moral, o equilíbrio e fracassando a cada dia. Com uma vida de excessos, foi ganhando peso com o passar dos anos e se tornou pesado demais. (1 Sm 4.18). Muito acima do peso, melhor falando, obeso.
Seus filhos Hofni e Finéas que também eram sacerdotes, cresceram no Templo (Casa do Senhor) e eram acostumados com os cultos, os sacrifícios anuais e as ofertas; mas se tornaram indisciplinados, só faziam o que queriam, prevaricavam contra o Senhor; não conheciam o Senhor, roubavam dos sacrifícios usando  da autoridade que tinham para tirar para si o melhor das ofertas que o povo ofertavam ao Senhor. Eles enfiavam um garfo grande de três dentes nas panelas a fim de tirarem a parte melhor do sacrifício, tomavam a carne crua para talvez fazerem um bom churrasco, e da gordura sem primeiro queimar para o Senhor e ainda diziam que se não dessem a eles o que eles queriam, tomariam à força.  Se o homem lhe dissesse: "Deixe primeiro a gordura se queimar e então pegue o que quiser", o auxiliar respondia: "Não. Entregue a carne agora. Se não, eu a tomarei à força". O pecado desses jovens era muito grande à vista do Senhor, pois eles estavam tratando com desprezo a oferta do Senhor. (1 Samuel 2:16,17). Eles viviam em excessos; deitavam com as mulheres que se juntavam em frente ao templo; se tornaram adúlteros, blasfemos, insolentes, negligentes, autoritários, sem temor e desrespeitaram o Templo do Senhor. Eles corromperam o sacerdócio; profanaram a casa de Deus; mancharam suas vestes; tornaram-se falsos pastores. O povo todo via isso e falava para Eli, mas este amava mais a seus filhos do que a Deus e não os disciplinava com o rigor necessário.

Por 40 anos ele liderou Israel e foi um bom líder; agradava a Deus, mas com o passar dos anos ele foi se perdendo com os filhos. Ele fracassou com os filhos e ainda os colocou no ofício sacerdotal. Os filhos de Eli não conheciam o Senhor e por falta de disciplinar seus filhos da forma correta, Eli chegou ao fim de seu ministério com amargura da alma.
Os pais precisam disciplinar seus filhos desde cedo para que os mesmos não venham envergonhar sua casa causando amargura na alma de toda a família, e principalmente para não envergonhar o nome do Senhor. Os filhos de Eli se corromperam e Eli na qualidade de sacerdote, não teve uma postura na educação dos filhos e ainda por cima honrava mais seus filhos do que a Deus.

O Senhor vai cobrar de cada um de nós pais e mães, sobre disciplinar nossos filhos para o bem. O Senhor disse a Eli: você honra mais aos seus filhos do que a mim. Eli deveria ter corrigido seus filhos desde quando eram pequenos pois eles não respeitavam Eli nem como pai e nem como sacerdote. Eles não respeitavam a igreja, não respeitava o povo, não respeitava os sacrifícios ao Senhor, não respeitavam e nem temiam ao próprio Deus. Eles não respeitavam a ninguém e eram sacerdotes.

Muitos filhos hoje não respeitam os pais porque não foram disciplinados corretamente lá atrás. Quando eles tinham idade para aprenderem a honrar o pai, não foram ensinados e o Senhor esperava do sacerdote Eli uma atitude com relação aos filhos. Então, Eli já estava velho quando resolveu disciplinar os filhos:

Eli, já bem idoso, ficou sabendo de tudo que seus filhos faziam a todo o Israel e que eles se deitavam com as mulheres que serviam na entrada da Tenda do Encontro. Por isso lhes perguntou: "Por que vocês fazem estas coisas? De todo o povo ouço a respeito do mal que vocês fazem. (1 Samuel 2:22,23)
O agir com discernimento precisa ser uma marca na vida do cristão. Precisamos buscar em todo o tempo obedecer as instruções dadas por Deus. O Senhor está atento a tudo (Ml 3.16)

Então o Senhor enviou um profeta a Eli com esta advertência:
Prometi à sua família e à linhagem de seu pai, que ministrariam diante de mim para sempre’. Mas agora o Senhor declara: ‘Longe de mim tal coisa! Honrarei aqueles que me honram, mas aqueles que me desprezam serão tratados com desprezo. É chegada a hora em que eliminarei a sua força e a força da família de seu pai, e não haverá mais nenhum idoso na sua família, e você verá aflição na minha habitação. Embora Israel prospere, na sua família ninguém alcançará idade avançada.E todo descendente seu que eu não eliminar de meu altar será poupado apenas para lhe consumir os olhos com lágrimas e para lhe entristecer o coração, e todos os seus descendentes morrerão no vigor da vida. E o que acontecer a seus dois filhos, Hofni e Finéias, será um sinal para você: os dois morrerão no mesmo dia”. (1 Samuel 2:30-34)

Por causa do pecado deles, mais de trinta mil pessoas foram mortas no campo de batalha, a arca da aliança, símbolo da presença de Deus, foi roubada e eles foram mortos. O próprio Eli  ao saber das más notícias, caiu de sua cadeira e como estava pesado, quebrou o pescoço e morreu. A nora de Eli,  esposa de Finéias estava grávida e ao saber das más notícias, entrou em trabalho de parto e deu à luz um filho que deu o nome Icabode (que quer dizer: foi-se a glória do Senhor), uma evidência de que a glória de Deus havia se apartado deles; e após o parto morreu (4.18-22).
A situação estava tão feia, e uma falta de temor tão grande em Israel, que a Arca de Deus foi tomada, a presença de Deus saiu de Israel e Deus preferiu ficar com os filisteus.

Conclusão: Eli foi um sacerdote justo que deu lugar ao ímpio: seus filhos; colocando em risco o seu ministério. Tema ao Senhor; tenha intimidade com Ele e não perca a presença de Deus em sua vida.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário

Seja Bem Vindo!

Seja bem vindo!
É um prazer ter você em meu blog. faça o seu comentário, deixe a sua mensagem.