sábado, 29 de junho de 2013

O QUE TEM ATRASADO A MINHA BENÇÃO?


Deuteronômio 1.1-8

Quando medito no verso 2 de Deuteronômio, eu percebo que aquele povo poderia ter gasto apenas onze dias para chegar à Terra Prometida, mas levaram 40 anos e a maioria não chegou porque morreu no deserto.  Se eles podiam fazer aquele trajeto em 11 dias, porque levaram 40 anos? 
Por causa da rebeldia e desobediência para com Deus. A condição espiritual deles era precária. Agiam na carne como se dependessem de si próprio e não de Deus. Tinham medo de enfrentar os habitantes das terras a serem tomadas, porque agiam na carne, e assim ficaram no deserto andando em círculos por 40 anos, e andando em círculos, nunca chegavam a lugar nenhum, não havia rendimento na caminhada. então o que era para acontecer em 11 dias, levou 40 anos e muitos não chegaram.

Temos que extrair desta história, exemplos para nossa vida. Será que não estamos atrasando as promessas de Deus para nossas vidas? As vezes dificultamos o agir de Deus em nós, as bênçãos atrasam porque ao invés de obedecermos a palavra do Senhor, passamos afazer de acordo com a nossa própria vontade, o nosso próprio entendimento, o nosso medo, a fé morta, sem ação. Será que não estamos atrasando a nossa vitória também? Eles atrasaram a promessa por 40 anos. Cada murmuração, cada reclamação, cada blasfêmia contra Deus, cada vez que eles se viravam contra Moisés; cada atitude na carne atrasava a vida deles. Era um povo de dura servis, obstinado, rebelde, por mais que Deus falava, eles não ouviam, eles não vigiavam e nem prestavam atenção na semente que eles estavam plantando, e a semente que plantaram foi uma semente ruim por isso colheram morte, colheram atraso, retrocesso, desespero, tudo por causa da atitude errada que eles tiveram para com Deus. Deus falava eles não ouviam, Deus mostrava, eles não viam. Estagnaram ao atraso de 40 anos. Muitos podem até dizer hoje; ah é porque não chegou a hora,  estou passando provação,  tem coisa que realmente não chegou a hora, tem coisas que é porque Deus está realmente provando, mas no caso deles, foi eles que atrasaram a bênção. O que eles precisavam era obedecer e confiar no Senhor.

Olha o que Deus falou para o povo:
"O SENHOR, o nosso Deus, disse-nos em Horebe: "Vocês já ficaram bastante tempo nesta montanha. Levantem acampamento e avancem...." (Dt 1.6-7a)

É aquela história; tem pessoas que acham que estão esperando em Deus, mas na realidades é Deus que está esperando que essas pessoas tenham uma atitude diferente, uma atitude de fé. Ah! Estou esperando que Deus faça isso! Mas é Deus que está esperança que você faça a diferença. Deus está esperando por sua mudança.

E falou o SENHOR a Moisés, dizendo:
Envia homens que espiem a terra de Canaã, que eu hei de dar aos filhos de Israel; de cada tribo de seus pais enviareis um homem, sendo cada um príncipe entre eles. E enviou-os Moisés do deserto de Parã, segundo a ordem do SENHOR; todos aqueles homens eram cabeças dos filhos de Israel. 

Números 13:1-3

Ao todo, Moisés enviou doze homens para vigiar a região, um de cada uma das doze tribos de Israel. Chegaram ao riacho de Eschol e lá encontraram e colheram um cacho de uvas tão grande que precisou ser carregado entre dois, sobre um pau.

E eles voltaram de espiar a terra, ao fim de quarenta dias.
E caminharam, e vieram a Moisés e a Arão, e a toda a congregação dos filhos de Israel no deserto de Parã, em Cades; e deram-lhes notícias, a eles, e a toda a congregação, e mostraram-lhes o fruto da terra. E contaram-lhe, e disseram: Fomos à terra a que nos enviaste; e verdadeiramente mana leite e mel, e este é o seu fruto. O povo, porém, que habita nessa terra é poderoso, e as cidades fortificadas e mui grandes; e também ali vimos os filhos de Enaque.
Os amalequitas habitam na terra do sul; e os heteus, e os jebuseus, e os amorreus habitam na montanha; e os cananeus habitam junto do mar, e pela margem do Jordão. Então Calebe fez calar o povo perante Moisés, e disse: Certamente subiremos e a possuiremos em herança; porque seguramente prevaleceremos contra ela. Porém, os homens que com ele subiram disseram: Não poderemos subir contra aquele povo, porque é mais forte do que nós. 
Números 13:25-31

Esses retornaram para relatar que era realmente uma terra de que jorravam leite e mel. Dez, dos doze espiões, entretanto, deram um relato mau da região, dizendo que o povo da terra era de gigantes e que os israelitas eram como gafanhotos diante deles. Devemos lembrar que, quando consideramos o eu na grandeza de EU SOU, e ignoramos o eu nos gigantes, eles se tornam pequenos. Josué (Oséias), da tribo de Efraim, e Calebe, da tribo de Judá, fizeram isso e a recomendação deles para Israel foi de que eles fossem imediatamente e dominassem a região. Israel, entretanto, em seu padrão normal de incredulidade, confiou nos céticos em vez de em Calebe e Josué, sendo assim, passaram a noite lastimando e murmurando contra Moisés e Arão. Queriam apedrejá-los, nomear outro líder e retornar para o Egito.
O julgamento de Deus nesta questão foi de que nenhum dos adultos, exceto Josué e Calebe, que trouxeram de volta o bom relato e ofereceram o conselho de fé entraria na região. O restante morreria e seus filhos dominariam a terra. Por aproximadamente 40 anos, Israel peregrinou no deserto que poderia ter sido atravessado em poucos dias e, por causa da incredulidade, nunca puderam entrar na terra para a qual foram convidados.

Mude hoje, Deus espera de você esta mudança, comece a crer nas promessas e tome posse das conquistas.. Amém?


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário

Seja Bem Vindo!

Seja bem vindo!
É um prazer ter você em meu blog. faça o seu comentário, deixe a sua mensagem.