terça-feira, 28 de junho de 2016

Pedro Andou Sobre as Águas e Viveu o Sobrenatural



Texto: Mateus 14.22-36
Compelir: fazer deslocar-se à força; empurrar, impelir, obrigar, constranger, insistir, forçar a ir.

Logo após Jesus operar o grande milagre da multiplicação dos pães e dos peixes que alimentou 5 mil homens fora mulheres, jovens e crianças, Jesus compeliu os discípulos a entrarem no barco e atravessarem o Mar da Galiléia enquanto Jesus despedia a multidão e subiria ao monte para orar sozinho. 
Os discípulos não queriam ir, mas Jesus insistiu, forçou-os a irem. Mas, porque os discípulos não queriam ir?
Ainda era dia, o céu estava claro, não havia sinal de tempestades e no barco estavam os 12 discípulos, sendo que alguns deles eram pescadores profissionais. Mas aqueles homens sabiam que sempre havia a possibilidade de serem surpreendidos por uma forte tempestade naquela região da Galiléia e por isso não queriam ir. Talvez  estivessem marcados pela lembrança da última vez que enfrentaram uma tempestade terrível ao ponto de pensarem que iam morrer afogados, mesmo com Jesus dormindo no barco tranquilamente.

Leia o texto:
Naquele dia, ao anoitecer, disse ele aos seus discípulos: "Vamos atravessar para o outro lado".
Deixando a multidão, eles o levaram no barco, assim como estava. Outros barcos também o acompanhavam.
Levantou-se um forte vendaval, e as ondas se lançavam sobre o barco, de forma que este foi se enchendo de água. Jesus estava na popa, dormindo com a cabeça sobre um travesseiro. Os discípulos o acordaram e clamaram: "Mestre, não te importas que morramos? "
(Marcos 4:35-38)

Agora Jesus insistiu para que eles fossem sozinhos. 
No início a viagem parecia que tudo estava tranquilo e favorável. Porém o tempo passou, a tarde chegou e de repente um forte vento apareceu e o mar ficou muito bravo. A noite caiu e eles estavam no meio do mar sendo açoitados pelas grandes ondas, desesperados, no escuro total, enfrentando o vento que não os deixava avançar. E nada de Jesus...
Eles não  entendiam que Jesus jamais os abandonara. Jesus orava para que eles passassem no teste, vencessem o medo e aprendessem a confiar no Senhor.  Eles  estavam a aproximadamente há 6 km de distância, mas Jesus estava vendo eles. "Ele viu os discípulos remando com dificuldade, porque o vento soprava contra eles. Alta madrugada, Jesus dirigiu-se a eles, andando sobre o mar; e estava já a ponto de passar por eles". (Marcos 6:48)

Não importa onde você está e o que está passando, o seu sofrimento, a sua luta; Jesus te vê e vai até você.
Jesus vai de encontro ao oprimido, ao enfermo, ao humilhado, ao fraco, ao caído, ao que está no meio da tempestade, ao desesperado. Ele te vê. Ele não te despreza e não te abandona. 
Eu não sei que tipo de tempestade você está enfrentando. Talvez seja o desemprego, uma enfermidade, área financeira, o casamento não vai bem; saiba que Jesus te vê e vai até você. A Bíblia diz que Jesus já estava a ponto de passar por eles. Não permita que Jesus passe por você e você não O perceba. Eles viram Jesus mas não o reconheceram. Pensaram que Jesus era um fantasma e ficaram mais amedrontados ainda. Jesus os amou, e os tranquilizou dizendo: Coragem! Não tenham medo. Sou eu! (v27).

Então Pedro disse: "Senhor, se és tu, manda-me ir ao teu encontro por sobre as águas". E Jesus respondeu: "Venha".
Então Pedro saiu do barco, andou sobre a água e foi na direção de Jesus. (v 28 e 29)

Para vivermos o milagre e o sobrenatural de Deus, temos que sair da zona de conforto (barco) e enfrentar os obstáculos (tempestade). Não tem como vivermos o sobrenatural permanecendo acomodados em nosso sofá. Temos que experimentar coisas novas em Deus, "andar sobre as águas" com Jesus, viver os milagres que Deus tem para cada um de nós. Tinham 12 dentro do barco, apenas um saiu para viver o sobrenatural, os onze ficaram na zona de conforto achando que dentro do barco estavam fora do perigo. Talvez pensaram que Pedro era doido e que ia morrer ali mesmo, mas Pedro foi até Jesus. Olhos nos olhos de Jesus, o mistério, o foco, mas por um momento Pedro desviou o olhar de Jesus e começou a submergir gritando: Senhor! Socorre-me. E Jesus estendeu a mão e o levantou das águas e os dois entraram no barco, cessando a tempestade.

O grande perigo é esse: desviar os olhos do Senhor! Pois quando isso acontece, afundamos. Pedro viveu o sobrenatural; ele andou sobre as águas, e você pode viver grandes coisas no Senhor usando a sua fé, mas não desvie do caminho, não desvie do foco, não desvie o seu olhar de Jesus.

Conclusão: Confie no Senhor! As tempestades que enfrentamos não são para nos derrotar, mas para o nosso crescimento espiritual e para aprendermos a exercitar a nossa fé.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário

Seja Bem Vindo!

Seja bem vindo!
É um prazer ter você em meu blog. faça o seu comentário, deixe a sua mensagem.