quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

O que Jesus quis dizer com isso?


"Não penseis que vim trazer paz à Terra; não vim trazer a paz, mas a espada.De fato, vim separar o filho do seu pai, a filha da sua mãe, a nora da sogra.E os inimigos do homem serão os seus próprios familiares.Quem ama o pai ou a mãe mais do que a Mim não é digno de Mim. Quem ama o filho ou a filha mais do que a Mim não é digno de Mim.Quem não toma a sua cruz e Me segue não é digno de Mim."(Mateus 10: 34-38)

"Se alguém vem a Mim, e não dá mais preferência a Mim do que ao pai, à mãe, à mulher, aos filhos, aos irmãos, às irmãs, e até mesmo à sua própria vida, não pode ser meu discípulo. Quem não toma a sua cruz e não caminha atrás de Mim, não pode ser meu discípulo. De fato, se alguém de vós quer construir uma torre, será que não vai primeiro sentar-se e calcular os gastos, para ver se tem o suficiente para a terminar? "(Lucas 14: 26-28)

O que Jesus quis dizer com isso?

“Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas”. (Mateus 6.33)

Devemos amar a todos inclusive os nossos inimigos. (Mt 5.45). Mas quando aceitamos a Cristo a guerra em casa começa . Não penseis que vim trazer paz à Terra; não vim trazer a paz, mas a espada. De fato, vim separar o filho do seu pai, a filha da sua mãe, a nora da sogra. E os inimigos do homem serão os seus próprios familiares.
Então quando colocamos Deus acima de tudo, somo taxados como fanáticos.
O que tem acontecido é que muitos cristãos tem abandonado a sua familia e se apegando mais a igreja do que a família. Isso não é amar a Deus sobre todas as coisas. Devemos amar a nossa família, fazer o melhor. Em primeiro lugar está Deus. João 14:6 Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.
Mas, em segundo lugar está a família e não a igreja.

A família é a primeira instituição existente na terra, ela foi criada pelo próprio Deus, e este projeto do Senhor é imutável, perfeito e eterno. A Palavra do Senhor nos ensina que todas as coisas terrenas e humanas, são como figura e sombra das celestiais, Hebreus 8.5, por isso o Reino de Deus é a expressão máxima do que venha ser uma família. No céu estavam presentes a Trindade, o Pai, Filho e o Espírito, como também querubins, serafins, arcanjos e anjos em uma harmonia e hierarquia que nossa mente humana limitada não alcança em compreender, o Criador é um ser sociável que precisava dar e receber amor, atenção, conselhos, proteção, sustento, abrigo, amizade, assim se originou a Família de Deus na dimensão celestial. No livro de Gênesis 1.26-27, se dá o início da primeira família humana, Adão (hebraico, Adam = tirado da terra), formado a imagem e semelhança de Deus, logo após isso pelo motivo da solidão que o homem sentia, Deus lhe entrega a mulher formada de sua própria costela, do lado para ser auxiliadora, debaixo do braço para ser protegida e perto do coração para ser amada. O lar doce lar desta família era o jardim do Éden (original tradução = prazer), era um lugar de prazer, satisfação onde eles se sentiam muitíssimos bem um com o outro e ambos com Deus. O homem recebe uma responsabilidade, guardar o jardim do Éden, Gênesis 2.15, podemos questionar então, mas, guardar do que ou de quem? Lendo este verso bíblico acima entendemos que ele recebera duas tarefas, uma era física lavrar o jardim, outra espiritual guardar o jardim, guardar de qualquer ação do maligno o adversário de Deus e de Sua criação, essa autoridade ele recebeu do Senhor de dominar sobre toda criação.

A família ocupa um lugar sagrado e deve ter nosso olhar atento, pois ela, como preciosidade de Deus, precisa ser zelada e cuidada.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário

Seja Bem Vindo!

Seja bem vindo!
É um prazer ter você em meu blog. faça o seu comentário, deixe a sua mensagem.